Estresse e coping em familiares de pacientes no transoperatório de cirurgia cardíaca Stress and coping among patients’ relatives in the transoperative of cardiac surgery

Graciele Locatelli Martins, Fernanda Duarte Siqueira, Eliane Raquel Rieth Benetti, Cátia Cristiane Matte Dezordi, Vivian Lemes Lobo Bittencourt, Eniva Miladi Fernandes Stumm

Resumo


Objetivo: avaliar estresse e coping de familiares de pacientes no transoperatório de cirurgia cardíaca. Método: estudo quantitativo, descritivo, transversal, realizada em um hospital porte IV, com 53 familiares que aguardavam na sala de espera do centro cirúrgico. Os dados foram coletados em março e abril de 2013, por meio de formulário de dados sociodemográficos e Inventário de Sintomas de Stress e Inventário de Coping de Jalowiec. Projeto de pesquisa aprovado por Comitê de Ética, Parecer n° 198.527. Resultados: 60% são mulheres, idade entre 18 a 58 anos, casadas, com filhos, católicas, a maioria filhas dos pacientes. Quanto às fases de estresse, 60% se encontravam na Fase Intermediária e o estilo de coping mais utilizado foi o Sustentativo. Conclusão: os resultados podem subsidiar profissionais da saúde, pesquisadores e gestores, mobilizar ações integradas visando qualificar a assistência no perioperatório, com ênfase no cuidado aos pacientes e familiares.


Palavras-chave


Estresse Psicológico, Adaptação Psicológica, Família, Cirurgia Torácica, Enfermagem.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i3.4704-4710 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.