Influence of playfulness in nursing education: an action research / Influência do lúdico no ensino de enfermagem: uma pesquisa-ação

Kátia Regina Barros Ribeiro, Marta Lenise do Prado, Denise Maria Guerreiro Vieira da Silva, Silvana Silveira Kempfer, Mariely Carmelina Bernardi, Saionara Nunes de Oliveira

Resumo


Objetivo: Propor e implementar o lúdico como estratégia de ensino para estudantes de enfermagem. Método: Estudo qualitativo, do tipo pesquisa-ação, desenvolvido com 23 estudantes do curso de graduação em enfermagem de uma universidade brasileira. Utilizou-se o jogo como estratégia de ensino. Os dados foram coletados pela observação participante, portfólio e registros avaliativos elaborados pelos alunos. A análise seguiu a proposta operativa para dados qualitativos. Pesquisa aprovada pelo Comitê de Ética sob o protocolo nº 193/09. Resultados: O jogo foi realizado em dois semestres consecutivos e foi avaliado positivamente como estratégia que facilita o aprendizado, torna assuntos densos mais compreensíveis, estimula a curiosidade e o trabalho em equipe. Conclusão: O lúdico é uma interface promissora para o ensino de enfermagem na metodologia ativa e favorece a formação crítica, criativa e reflexiva dos estudantes.


Palavras-chave


Enfermagem, Métodos, Ensino, Educação em Enfermagem, Educação Superior.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT

Referências


Sobral FR, Campos CJG. Utilização de metodologia ativa no ensino e assistência de enfermagem na produção nacional: revisão integrativa. Rev Esc Enferm USP. 2012; 46(1):208-18. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342012000100028&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342012000100028.

Pereira ALF. Tendências Pedagógicas e prática educativa. Cad Saúde Pública. 2003; 19(5):1527-34. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2003000500031&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2003000500031.

Prado ML ,Velho MB ,Espíndola DS , Sobrinho SH, Backes VMS. Arco de Charles Maguerez: refletindo estratégias de metodologia ativa na formação de profissionais de saúde. Esc Anna Nery (impr.). 2012; 16(1): 172-77. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452012000100023&lng=pt. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452012000100023.

Freire P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 11.ed. São Paulo: Paz e Terra. 2011.

Mitre SM, Siqueira-Batista R, Girardi-de-Mendonça JM, Morais-Pinto NM, Meirelles CAB, Pinto-Porto C et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciênc saúde coletiva. 2008; 13( Suppl 2 ): 2133-2144. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232008000900018&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232008000900018.

Sebold LF, Kempfer SS. Active methodologies as strategies in nursing teaching: Raising awareness towards healthy habits. Journal of Nursing Education and Practice. 2013; 3(6):43-50. Available from: http://www.sciedu.ca/jnep.

Carraro TE, Prado ML, Silva DGV, Radünz V; Kempfer SS; Sebold LF. Socialização como processo dinâmico de aprendizagem na enfermagem. Uma proposta na metodologia ativa. Invest Educ Enferm. 2011; 29(2):248 – 54. Available from: http://aprendeenlinea.udea.edu.co/revistas/index.php/iee/article/viewFile/5073/9198

Macedo ACL,Ferreira DMBA,Pereira R, Brasileiro MSE, Lima SS. Produção científica no Brasil a respeito da brinquedoteca/briquedoterapia em periódicos publicados no período de 1996 a 2012. Revista Eletrônica Gestão & Saúde. 2013; 4(02):467-81. Available from: http://gestaoesaude.unb.br/index.php/gestaoesaude/article/view/310/pdf

Macedo L, Petty ALS, Passos NC. Os jogos e o lúdico na aprendizagem escolar. Porto Alegre: Artmed. 2005.

Esteban MPS. Pesquisa Qualitativa em Educação: Fundamentos e tradições. Tradutor: Miguel Cabrera. Porto Alegre: AMGH. 2010.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12 ed. São Paulo (SP): HUCITEC. 2010.

Prado ML, Gelbeck FL. Fundamentos para o cuidado profissional de enfermagem. 3 ed. rev. e ampl. Florianópolis: Progressiva. 2013.

Pereira LHP, Bonfin PV. Brincar e aprender: um novo olhar para o lúdico no primeiro ano do ensino fundamental. Revista Educação. 2009; 34(2):295-310. Available from: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=117112615005

Barros EJL, Santos SSC, Gomes GC, Erdmann AL. Educational geronto-technology for ostomized se- niors from a complexity perspective. Rev Gaucha Enferm. 2012; 33(2): 95-101. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472012000200014&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S1983-14472012000200014.

Prado ML, Backes VMS, Reibnitz KS, Cartana MHF, Abe KL, Rocha PK et al. Produções tecnológicas em enfermagem em um curso de mestrado. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2009 Jul-Set; 18(3): 475-81. Available from: http://www.scielo.br/pdf/tce/v18n3/a10v18n3

Nietsche EA, Backes VMS, Colomé CLM, Ceratti RN, Ferraz F. Tecnologias educacionais, assistenciais e gerenciais: uma reflexão a partir da concepção dos docentes de enfermagem. Rev Latino-am Enfermagem. 2005; 13(3):344-53. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v13n3/v13n3a09

Soares MC, Lanes KG, Lanes DVC, Lara S, Copetti J, Folmer V et al. O ensino de ciências por meio da ludicidade: alternativas pedagógicas para uma prática interdisciplinar. Revista Ciências&Ideias. 2014; 5(1): 83-105. Available from: http://revistascientificas.ifrj.edu.br:8080/revista/index.php/revistacienciaseideias/article/view/331/231

Folmer V, Barbosa NBV, Soares FA, Rocha JBT. Experimental activities based on ill-structured problems improve Brazilian school students’ understanding of the nature of scientific Knowledge. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias. 2009; 8(1): 232-54. Available from: http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen8/ART13_Vol8_N1.pdf

Pereira AB, Santos LMR. Níveis de aprendizagem de estudantes do ensino fundamental com o uso de estratégia lúdica durante atividade de Educação em Saúde. UNOPAR Cient., Ciênc Human Educ. 2011; 12(1):37-43. Available from: http://revistas.unopar.br/index.php/humanas/article/view/683

Araújo AMSC. Lúdico: aprender de forma prazerosa. Cadernos de pesquisa. 2012; 19(3): 71 - 9. Available from: http://www.pppg.ufma.br/cadernosdepesquisa/uploads/files/Artigo%205(41).pdf

Andrade AB, Marcellino NC. O estudo do meio como metodologia de ensino: considerações sobre a possibilidade da aprendizagem por meio do lazer e do lúdico. Licere. 2013;16(4): 1-33. Available from: http://www.clubedarecreacao.com.br/wp-content/uploads/2014/05/009-O-Estudo-do-Meio-como-Metodologia-de-Ensino.pdf

Huizinga J. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 4 ed. São Paulo: Editora Perspectiva SA, 2000. Available from: http://jnsilva.ludicum.org/Huizinga_HomoLudens.pdf .

Dohme V. Atividades lúdicas na educação: o caminho de tijolos amarelos do aprendizado. Edição/Reimpressão. Petrópolis, RJ: Vozes. 2004.

Andrade LC, Freitas DT, Holanda GF, Silva VM, Lopes MVO, Araújo TL. Desenvolvimento e validação de jogo educativo: medida da pressão arterial. Rev enferm UERJ. 2012; 20(3):323-7. Available from: http://www.facenf.uerj.br/v20n3/v20n3a07.pdf

Westbrook RB; Teixeira A. John Dewey. (Trad. José Eustáquio Romão, Verone Lane Rodrigues). Recife: MEC | Fundação Joaquim Nabuco/Editora Massangana, 2010. Available from: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me4677.pdf.




DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.4529 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.