Percepção de gestantes sobre a organização do serviço/ assistência em um pré-natal de baixo risco de Recife Perceptions of pregnant women about the organization of the service/ assistance in prenatal low risk in Recife

Mirian Domingos Cardoso, Cleideane Meireles da Silva Ribeiro, Isadora Batista de Oliveira, Priscila Maria da Cruz Andrade, Taciana Mirella Batista Santos

Resumo


Objetivo: Descrever o perfil epidemiológico e a percepção da assistência de gestantes de baixo risco atendidas em uma maternidade do Recife-PE. Metodologia: Estudo descritivo com 94 gestantes atendidas no pré-natal de baixo risco, de abril a maio de 2014. Os dados foram coletados dos sujeitos e do Cartão da Gestante, utilizando questionário. Resultados: 71% eram pardas/negras, 17% baixa escolaridade, 26% solteira/divorciada, 49% desempregada e 48% tinha renda familiar menor que um salário mínimo. 28% multigesta e 17% referiu no mínimo um aborto. Entretanto, das 69 (73,4%) que haviam realizado exames, 46% estavam pouco satisfeitas/insatisfeitas com o tempo de entrega dos exames. Conclusão: Conhecer o perfil e a satisfação das gestantes traz contribuições para enfermagem, uma vez que compete ao enfermeiro realizar as consultas de pré-natal das gestantes consideradas de baixo risco, sendo de sua responsabilidade assegurar uma assistência pré-natal qualificada de maneira integral.


Palavras-chave


Gestantes, Cuidado Pré-natal, Percepção, Cuidados de Enfermagem.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i4.5017-5024 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.