Estimulação em idosos institucionalizados: efeitos da prática de atividades cognitivas Stimulation in institutionalized elderly people: effects of cognitive activity practice

Alcides Viana de Lima neto, Vilani Medeiros de Araújo Nunes, Kamilla Sthefany Andrade de Oliveira, Lívia Maria de Azevedo, Gabriella Xavier Barbalho Mesquita

Resumo


Objetivo: Avaliar aspectos cognitivos em idosos institucionalizados antes e após a realização de atividades de estimulação cognitiva. Métodos: Trata-se de estudo quase-experimental, contemplando uma abordagem quantitativa. Foi realizado em uma instituição de longa permanência na cidade do Natal/RN com os idosos que atingiram o ponto de corte no instrumento de pesquisa Mini Exame do Estado Mental, que somam apenas 26% do total de residentes. Resultados: Após as atividades de estimulação percebeu-se que os idosos conseguiram manter ou aumentar a pontuação para os diversos aspectos avaliados. Foi comprovado pela análise estatística, utilizando o teste de Wilcoxon, que há diferença significativa entre os grupos antes e depois, dado pelo p-valor=0,027. Conclusão: Identificou-se que com a realização de atividades de estimulação cognitiva foram obtidas respostas que contribuíram com o aumento do escore do mini exame do estado mental. Descritores: Idoso, Institucionalização, Cognição.


Palavras-chave


Idoso, Institucionalização, Cognição.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2017.v9i3.753-759 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge
SCImago Institutions Rankings