Mental disorders that most affect university teachers: a study in a medical expertise service Transtornos mentais que mais acometem professores universitários: um estudo em um serviço de perícia médica

Jaqueline Brito Vidal Batista, Mary Sandra Carlotto, Malu Nunes de Oliveira, Ana Aline Lacet Zaccara, Eveline de Oliveira Barros, Marcella Costa Souto Duarte

Resumo


Objetivos: identificar os transtornos mentais que mais provocam afastamento de docentes em uma instituição de ensino superior. Método: um estudo retrospectivo de natureza documental desenvolvido em instituição de ensino superior do município de João Pessoa – PB. A amostra foi constituída por 254 fichas de docentes atendidos em um serviço de perícia médica da instituição selecionada para o estudo. Os dados obtidos foram analisados quantitativamente por frequência e percentual. Resultados: quase toda a amostra foi composta por docentes do sexo feminino, com faixa etária entre 40 e 49 anos, e a depressão foi responsável por 53% dos afastamentos de professores, a esquizofrenia (12%), o transtorno bipolar (10%), a reação aguda ao estresse (8%), a ansiedade (7%), os transtornos delirantes (4%) e outros (8%). Conclusão: o transtorno mental que mais acomete a categoria docente pesquisada é a depressão. Portanto, são necessárias novas investigações que possam analisar a gravidade dessa problemática. Descritores: Saúde mental, Docentes, Doenças Profissionais.


Palavras-chave


Saúde mental, Docentes, Doenças Profissionais

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i5.119-125 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.