Self-medication in adolescents of the systemeducatinalin the city of Picos/Piauí / Automedicação em adolescentes da rede estadual de ensino na cidade de Picos/Piauí

Francisco Gilberto Fernandes Pereira, Maria Risonete de Carvalho, Iolanda Gonçalves de Alencar Figueiredo, Danelle da Silva Nascimento, Claudia Daniella Avelino Vasconcelos Benício, Jessica Denise Vieira Leal

Resumo


Objetivo: Analisar a prática de automedicação por adolescentes da rede estadual de ensino de Picos-PI. Método: Estudo descritivo e transversal, realizado com 209 adolescentes. A coleta de dados ocorreu em encontros semanais por meio de um questionário. Resultados: A faixa etária mais prevalente foi de 17 anos 94 (44,9%), 122 (58,4%) do sexo feminino, moravam com a família 129 (61,7%), na zona urbana 179 (85,7%), e católticos149 (71,2%). 209(100%) praticam a automedicação, sendo a febre o principal sintoma 120 (57,4%), e o comprimido a forma farmacêutica mais consumida 168 (57,4%). A principal motivação para automedicação foi a facilidade de conseguir medicamentos fora dos estabelecimentos de saúde 103 (49,3%), e 141 (67,5%) concordam que propagandas influenciam este comportamento. Conclusão: Os adolescentes praticam automedicação com elevada frequência, o que remete à necessidade de ações estratégicas a nível local com vistas à redução dessa prática. 


Palavras-chave


Adolescente; Automedicação; Saúde do adolescente

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i1.59-66 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

Crossref Metadata User Badge