Social Representations of Pediatric Patients’ Relatives without Current Therapeutic Treatment / Representações Sociais de Familiares de Pacientes Pediátricos Fora de Possibilidades Terapêuticas Atuais

Silvio Éder Dias da Silva, Arielle Lima dos Santos, Sheila Barbosa Paranhos, Roseneide dos Santos Tavares, Joel Lobato da Costa, Yasmin Martins de Sousa

Resumo


Objetivo: Descrever a compreensão de cuidadores de clientes pediátricos FPTA sobre o câncer e sua repercussão para o cuidado em domicílio. Método:  pesquisa foi descritiva, com o emprego de uma abordagem qualitativa empregando a teoria das representações sociais. Resultados: Os dados desta pesquisa foram obtidos por meio da utilização de uma técnica de coleta: a livre associação de ideias, emergindo as unidades: cuidado paliativos: cuidador diante do cuidar. a essência do cuidar nas situações limites,  A criança oncológica - a necessidade de um cuidar atencioso e o cuidar em casa – um cuidar familiar. Conclusão: Observou-se que os familiares de uma criança necessitam de um acompanhamento da equipe de saúde. a nível domiciliar, mais precisamente do enfermeiro para oferecer as informações necessárias sobre os principais cuidados de saúde nessa fase da vida, para oferecer o suporte emocional e minimizar as dúvidas sobre o tratamento instituído. 


Palavras-chave


Enfermagem. Oncologia. Psicologia Social

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i3.641-647 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 
 
 
 
 
SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.