Mental disorder in the puerperal period: risks and coping mechanisms for health promotion / Transtorno mental no puerpério: riscos e mecanismos de enfrentamento para a promoção da saúde

Luciana Pessoa Maciel, Jackline Carvalho Carneiro Costa, Gescianne Mychelle Benigno Campos, Nadja Maria dos Santos, Rosana Alves de Melo, Lucyo Flávio Bezerra Diniz

Resumo


Objetivo: Compreender os riscos e mecanismos de enfrentamento apresentados pelas puérperas diante dos transtornos mentais no pós-parto. Métodos: Pesquisa qualitativa, de caráter descritivo, realizada com doze puérperas, na faixa etária de 16 a 35 anos que fizeram o acompanhamento do pré-natal na unidade de Atendimento Multiprofissional Especializado em Petrolina-PE, por meio de entrevista semiestruturada e observação dos conteúdos implícitos no comportamento das puérperas. A coleta dos dados ocorreu em novembro e dezembro de 2016. Resultados: Identificou-se que fatores como gravidez precoce ou não planejada, carência de apoio do companheiro, instabilidade familiar e baixa condições socioeconômicas podem contribuir como agentes facilitadores no surgimento de algum transtorno mental na puérpera. Conclusão: Considerando que os transtornos metias são comuns no puerpério, quanto mais precocemente detectar os fatores de risco, melhor assistência poderá ser oferecida à puérpera.


Palavras-chave


puerpério; transtornos mentais; promoção da saúde

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT

Referências


Luchesi JRS. A emoção no contexto da prestação de serviços: um estudo aplicado junto a usuárias dos serviços de obstetrícia de um hospital público. Caxias do Sul. Revista UCS; 2014. 2. Ministério da Saúde. Programa de humanização do parto - Humanização no Pré-Natal e Nascimento. Brasília (DF); 2002. 3. Conselho Nacional de Saúde (BRASIL). Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Disponível em: . Accessed on May 30, 2016. 4. Zagonel IPS, Martins M, Pereira KF, Athayde J. O cuidado humano diante da transição ao papel materno: vivências no puerpério. [unknown location]: Rev. Eletr. Enf.; 2003. 5. Oliveira EMF, Brito RS. Ações de cuidado desempenhadas pelo pai no puerpério. Rio de Janeiro. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem; 2009. 6. Amorim, SPT. Tristeza pós-parto importância do diagnóstico precoce [Monografia]. Ponte Lima/Portugal. Universidade Fernando Pessoa; 2010. 7. Bordignon JS, Lasta LD, FerreriraEM, Weiller TH. Depressão puerperal: Definição, Sintomas e a importância do enfermeiro no diagnóstico precoce. Ijuí. Ed. Unijuí; 2011. 8. Pereira PK, Lovis GM. Prevalência da depressão gestacional e fatores associados. Rio de Janeiro. Revista Psiquiátrica Clínica; 2008. 9. Beretta MIR, Zaneti DJ, Fabbro MRC, Freitas MA, Ruggiero EMS, Dupas G. Tristeza/depressão na mulher: uma abordagem no período gestacional e/ou puerperal. [unknown location]: Rev. Eletr. Enf.; 2008. 10. Silva FCS, Araújo TM, Araújo MFM, Carvalho CML, Caetano JA. Depressão pós-parto em puérperas: conhecendo interações entre mãe, filho e família. Fortaleza. Acta Paulista de Enfermagem; 2010. 11. Fonseca ML. Relato de experiência vivenciada com a promoção de saúde de um grupo de gestantes: conhecendo sobre a depressão puerperal [Monograph]. Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina; 2016. 12. Bardin L. Análise de Conteúdo. Lisboa/Portugal: Ed. Edições 70; 2011. 13. Borges DA, Ferreira FR, Mariutti MG, Almeida DA. A depressão na gestação: uma revisão bibliográfica. São Sebastião do Paraíso. Rev. de iniciação científica da libertas; 2011. 14. Cruz MS, Carvalho FJV, Irffi G. Perfil socioeconômico, demográfico, cultural, regional e comportamental da gravidez na adolescência no Brasil. [unknown location: unknown editor]; 2016. 15. Carvalho VL, D’Andrea ACEB, Félix ES, Delgado BC, Cunha LC, Raimondi PTA. A influência da maternidade na vida da mulher contemporânea. Viçosa (MG). Anais simpac; 2015. 16. Both CT, Numer C, Silva TBQ, Rosa B, Sperling O, Cabral FB. Depressão pós-parto na produção científica da enfermagem brasileira: revisão narrativa. [Santa Maria]: Revista Espaço Ciência & Saúde; 2016. 17. Marques LC, Silva WRV, Lima VP, Nunes JY, Ferreira AGN, Fernandes MNF. Saúde mental materna: rastreando os riscos causadores da depressão pós-parto. [Rio de Janeiro]: Journal health npeps; 2016. 18. Hollist CS, Falceto OG, Seibel BL, Springer PR, Nunes NA, Fernandes CLC, et al. Depressão pós-parto e satisfação conjugal: impacto longitudinal em uma amostra brasileira. Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade; 2016. 19. Cunha AB, Ricken JX, Lima P, Gil S, Cyrino LAR. A Importância do Acompanhamento Psicológico Durante a Gestação em Relação aos Aspectos que Podem Prevenir a Depressão Pós-Parto. [Joinville]: Saúde e Pesquisa; 2012. 20. Silva LA, Nakano AMS, Gomes FA, Stefanello J. Significados atribuídos por puérperas adolescentes à maternidade: autocuidado e cuidado com o bebê. Florianópolis. Texto Contexto Enfermagem; 2009. 21. Oliveira JCS, Fermino BPD, Conceição EPM, Navarro JC. Assistência pré-natal realizada por enfermeiros: o olhar da puérpera. [Rondonópolis]: Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro; 2015.

Received in: 23/11/2017 Required revisions: did not have Approved in: 15/05/2018 Published in: 01/07/2019

Corresponding author Luciana Pessoa Maciel Address: Rodovia BR 203, Km 2, s/n - Vila Eduardo, Petrolina, Pernambuco, Brazil Zip Code: 56328-903. E-mail address: luciana.diniz@upe.br Telephone number: +55 (87) 9 9956-8652

Disclosure: The authors claim

to have no conflict of interest.

Freitas MES, Silva FP, Barbosa LR. Análise dos fatores de risco associados à depressão pós-parto: revisão integrativa. São Caetano do Sul. Rev. Aten. Saúde; 2016. 23. Santos ALF, Catarino MG, Rosado RCF, Brandi MT. A depressão pósparto, a prevalência, a família, o tratamento, o acompanhamento e o papel dos agentes de saúde e da família. Viçosa (MG). Anais simpac; 2011. 24. Nunes DC, Silva LAM. Humanização na assistência de Enfermagem durante gestação, parto e puerpério e seus desafios na promoção de saúde. Patos de Minas. Revista Mineira de Ciências da Saúde; 2012. 25. Oliveira EO. Atuação do enfermeiro na detecção e prevenção da depressão pós-parto [Monograph]. Universidade de Santa Catarina; 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i4.1096-1102 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge