Identification of health risk factors among women using hormonal contraceptive methods / Identificação de fatores de risco à saúde entre mulheres usuárias de métodos contraceptivos hormonais

Isabelly Gomes de Oliveira, Lígia Laura de Sousa Castro, Raylla Araújo Bezerra, Leilane Barbosa de Sousa, Lydia Vieira Freitas dos Santos, Carolina Maria de Lima Carvalho

Resumo


Objetivo: Identificar fatores de risco para o uso de anticoncepcionais hormonais em usuárias desses métodos. Método: Estudo descritivo de abordagem quantitativa realizado entre janeiro e abril de 2016 com 100 participantes em Redenção, Ceará, Brasil. As mulheres foram convidadas a responder um formulário estruturado. Os princípios éticos desta pesquisa foram assegurados. Os dados foram tabelados e analisados por estatística descritiva através do SPSS 20.0. Resultados: Média de idade = 26,91 anos. 75% das mulheres haviam realizado Planejamento Reprodutivo (PR). O fator de risco mais prevalente foi a enxaqueca (59%). No histórico familiar, a doença mais relatada foi a Hipertensão Arterial Sistêmica (75%). Conclusão: Doenças antes relacionadas a pacientes com idades elevadas estão cada vez mais presentes em mulheres jovens, que necessitam de maior assistência nas consultas de PR, com foco na anamnese e exame físico geral, responsáveis por revelar achados significantes para a elegibilidade de métodos contraceptivos, visando a redução de riscos à saúde.


Palavras-chave


Anticoncepção, Enfermagem de Atenção Primária, Fatores de Risco, Saúde da Mulher.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT

Referências


Ministério da Saúde (Brasil). Cadernos de Atenção Básica - Saúde sexual e reprodutiva. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

Federação Brasileira De Ginecologia E Obstetrícia (FEBRASGO). Anticoncepcional: dúvidas e cuidados. 2015. Available from: http://www.febrasgo.org.br/

Conselho Federal de Farmácia. Tudo o que você precisa saber sobre anticoncepcionais. 2015 set. Available from: www.cff.org.br/noticia.php?id=3150.

Lauter DS, Berlezi EM, Rosanelli CLSP, Loro MM, Kolankiewicz ACB. Câncer de mama: estudo caso controle no Sul do Brasil. Ciência&Saúde. 2014 2016; 7(1):19-26. Available from: http://dx.doi.org/10.15448/1983-652X.2014.1.15813

https://doi.org/10.15448/1983-652X.2014.1.15813

Brasil. Resolução CNS n° 466, de 12 de Dezembro de 2012. Aprova diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Diário Oficial da União. 2012 jun 13; 12(59).

Rottermann M, Dunn S, Black A. Oral contraceptive use among women aged 15 to 49: Results from the Canadian Health Measures Survey. Health Rep. 2015 out; 26(10):21-8. PubMed; PMID: 26488824.

Silva CDS, Martins GDM, Fonseca AD, Gomes VLO. Métodos contraceptivos: conhecimento e prática dos formandos de enfermagem. JNUOL. 2013

(11):6322-8, novembro de 2013.

Brasil. Portaria n° 111 de 28 de janeiro de 2016. Dispõe sobre o programa Farmácia Popular. Diário Oficial da União. 2016.

Salles ACTC, Ceccarelli PR. A quantas andam o sexual e a sexualidade nos dias atuais? Estud psicanal. 2014 jul; 41:23-30.

Ministério da Saúde (Brasil); Instituto Nacional de Câncer José Gomes da Silva. Diretrizes para a detecção precoce do câncer de mama no Brasil, 2015.

Ministério da Saúde (Brasil). Caderno de Atenção Básica nº 13 - Controle dos cânceres de colo do útero e de mama. Brasília: Ministério da Saúde, 2013.

Vieira EM, Yoshinari Júnior GH, Souza HCC, Mancini MPM, Perdoná GSC. História reprodutiva e sexual de mulheres tratadas de câncer de mama. Rev Bras Ginecol Obstet. 2013; 35(2):78-83.

https://doi.org/10.1590/S0100-72032013000200007

PMid:23412007

Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBCe). Enxaqueca não é só uma dor de cabeça. Available from: http://sbcecefaleia4.tempsite.ws/SBCe/pt-br/para-leigos/3-enxaqueca-nao-e-so-uma-dor-decabeca

Steckert APP, Nunes SF, Alano GM. Contraceptivos hormonais orais: utilização e fatores de risco entre universitárias. Arquivos Catarinenses de Medicina. 2016 jan/mar; 45(1):77-91.

Yangali SGC, Loula CMA. Perfil dos Pacientes com AVCI cadastrados do CADH em Feira de Santana (BA), 2014. Revista Saúde e Pesquisa. 2015; 8(1):19-26. Available from: http://dx.doi.org/10.17765/1983-1870.2015v8n1p19-26

https://doi.org/10.17765/1983-1870.2015v8n1p19-26

Campanha mundial de AVC 2014 - 2016. Available from: http://www.worldstrokecampaign.org/

Hinkle JL, Cheever KH. Brunner & Suddarth - Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica. 13ª Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2016.

Marnach ML, Long ME, Casey PM. Current Issues in Contraception. Mayo Clinic Proc. 2013 mar; 3(88):295-9.

https://doi.org/10.1016/j.mayocp.2013.01.007

PMid:23489454

Sociedade Brasileira de Cardiologia. 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. Arq Bras Cardiol. 2016 set; 107(Suppl 3):1-83.

Suzuki N, Suzuki K, Mizuno T, Kato Y, Suga N, Yoshino M, et al. Hypertensive Crisis and Left Ventricular Thrombi after an Upper Respiratory Infection during the Long-term Use of Oral Contraceptives. Intern Med. 2016;55(1):83-88. Doi: 10.2169/internalmedicine.55.5500. PubMed; PMID: 26726092

https://doi.org/10.2169/internalmedicine.55.5500

PMid:26726092

Piuvezam G, Medeiros WR, Costa AV, Emerenciano FF, Santos RC, Seabra DS. Mortalidade em Idosos por Doenças Cardiovasculares: Análise Comparativa Entre Dois Quinquênios. Arq Bras Cardiol . 2015; 0-0, Available from: http://www.scielo.br/pdf/abc/2015nahead/pt_0066-782X-abc-20150096.pdf

Castro VC, Borgi AC, Mariano PP, Fernandes CAM, Mathias TAF, Carreira L. Perfil de internações hospitalares de idosos no âmbito do Sistema Único de Saúde. Rev Rene. 2013; 14(4):791-800.

Milech A, et al; Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes (2015-2016). São Paulo: A.C. Farmacêutica; 2016.

Reichert APS, Leôncio ABA, Toso BRG, Santos NCCB, Vaz EMC, Collet N. Orientação familiar e comunitária na Atenção Primária à Saúde da criança. Cienc saúde coletiva. 2016 21(1): 119-127.

https://doi.org/10.1590/1413-81232015211.05682014

PMid:26816170

Modes PSS, Gaíva MAM. Satisfação das usuárias quanto à atenção prestada à criança pela rede básica de saúde. Esc Anna Nery. 2013; 17(3):455-65.

https://doi.org/10.1590/S1414-81452013000300008

Shimizu HE, Dutra EB, Trindade JS; Mesqiuta MS; Ramos MC. Índice de Responsividade da Estratégia Saúde da Família na Zona Urbana. Acta Paul Enferm. 2016; 29(3):332-9.

https://doi.org/10.1590/1982-0194201600046

Morais CGX, Batista EMS, Castro JFL, Assunção SS, Castro GMO. Registros de enfermagem em prontuário e suas implicações na qualidade assistencial segundo os padrões de acreditação hospitalar: um novo olhar da auditoria. Acred. 2015; 5(9):64-84.




DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.7452 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.