Influence of maternal age in perinatal conditions in live births of São Luís, Maranhão / Influência da idade materna nas condições perinatais em nascidos vivos de São Luís, Maranhão

Flávia Baluz Bezerra de Farias Nunes, Polyana Cabral da Silva, Thays Luanny Santos Machado Barbosa, Maria Lucia Holanda Lopes, Elza Lima da Silva

Resumo


Este trabalho tem por objetivo investigar os fatores maternos e perinatais associados aos extremos da idade reprodutiva da mulher em São Luís, Maranhão. Trata-se de um estudo transversal e analítico, realizado em São Luís/MA com população de 16.474 mães. Os dados foram coletados no SINASC disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde de São Luís/MA. Na análise de dados utilizou-se o Teste Qui-quadrado de Pearson e calculou-se a Odds Ratio com nível de significância de α = 0.05. Verificou-se que as adolescentes apresentaram maior chance de nascimento prematuros (OR=1,37; p<0,001); mulheres com idade avançada apresentaram maior risco para baixo peso ao nascer (OR=1,22; p=0,022). Tanto as adolescentes (OR=2,09; p<0,001) quanto as mães com idade avançada (OR=1,85; p<0,001) possuem chances aumentadas para realizarem menos que seis consultas de pré-natal. Os resultados perinatais, nascimento prematuro, baixo peso ao nascer e a realização de menos de seis consultas pré-natais, são elevados nas gestações de adolescentes e mulheres em idade avançada.


Palavras-chave


Idade materna; Assistência perinatal; Cuidado pré-natal; Enfermagem; Nascidos Vivos.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT

Referências


Bezerra ACL, Mesquita JS, Brito MCC, Santos RB, Teixeira FV. Desafios Enfrentados por Mulheres Primigestas em Idade Avançada. Rev Bras Ciênc Saúde [internet]. 2015 [acesso 9 out 2017];19(2):163-168. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/ojs2/-index.php/rbcs/article/view/24335/15065

Caetano LC, Netto L, Manduca NL. Gravidez depois dos 35 anos: uma revisão sistemática da literatura. Rev Min Enferm [Internet] 2011[acesso 9 out 2017];15(4): 579-587. Disponível em: http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/73.

Canhaço EE, Bergamo AM, Lippi UG, Lopes RG. Resultados perinatais em gestantes acima de 40 anos. Einstein [Internet]. 2015 [acesso 9 out 2017];13(1):58-64. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-45082015000100011&lng=en.

Santos NLAC, Costa MCO, Amaral MTR, Vieira GO, Bacelar EB, Almeida AHV. Gravidez na adolescência: análise de fatores de risco para baixo peso, prematuridade e cesariana. Ciênc saúde coletiva [Internet]. 2014 [acesso 9 out 2017]; 19(3):719-726. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_a-rttext&pid=S141381232014000300719&lng=en

Sass A, Gravena AAF, Pelloso SM, Marcon SS. Resultados perinatais nos extremos da vida reprodutiva e fatores associados ao baixo peso ao nascer. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 2011 [acesso 9 out 2017]; 32(2):362-368. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S198314472011000200020&lng=en.

Gravena AAF, Sass A, Marcon SS, Pelloso SM. Resultados perinatais em gestações tardias. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2012 [acesso 9 out 2017]; 46(1):15-21. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342012000100002&lng=en.

Gravena AAF, Paula MG, Marcon SS, Carvalho MDB, Pelloso SM. Idade materna e fatores associados a resultados perinatais. Acta Paul Enferm [Internet]. 2013 [acesso 9 out 2017]; 26(2):130-135. Disponível em: http://www.scielo.br/sciel-o.php?script=sci_arttext&pid=S010321002013000200005&lng=en.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas estratégicas. Gestação de alto risco: manual técnico. 5.ed. Brasília; 2010.

Viellas EF, Gama SGN, Theme FMM, Leal MC. Gravidez recorrente na adolescência e os desfechos negativos no recém-nascido: um estudo no Município do Rio de Janeiro. Rev Bras Epidemiol [Internet]. 2012 [acesso 9 out 2017];15(3):443-454. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415790-X2012000300001&lng=en.

Amaral FE, Amarante PO, Andrade RVP, Resende U, Marangoni MC, Cruz R, Zimmermmann JB. Qualidade do pré-natal: uma comparação entre gestantes atendidas na Faculdade de Medicina de Barbacena e na Universidade Federal de Juiz de Fora. Clin Biomed Res [Internet]. 2016 [acesso 9 out 2017];36(3). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/hcpa/article/view/64515

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Indicadores sociodemográficos e de saúde no Brasil. Rio de Janeiro: IBGE; 2009.

Jorge MHPM, Laurenti R, Gotlieb SLD, Oliveira BZ, Pimentel EC. Características das gestações de adolescentes internadas, 2011. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2014 [acesso 9 out 2017]; 23(2):305-316. Disponível em: http://www.scielo.br/-scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222014000200305&lng=en.

Nunes FBBF. Indicador de Cobertura Pré-Natal: uma análise espacial em São Luís/MA [Tese]. Ribeirão Preto (SP): Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo; 2014.

Kang G, Lim JY, Kale AS, Lee LY. Adverse effects of young maternal age on neonatal outcomes. Singapore Med J [internet]. 2015 [acesso 9 out 2017];56(3):157–163. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4371195/

Santos GHN, Martins MG, Sousa MS, Batalha SJC. Impacto da idade materna sobre os resultados perinatais e via de parto. Rev Bras Ginecol Obstet [Internet]. 2009 [acesso 9 out 2017]; 31(7):326-334. Disponível em: http://www.scielo.br/sc-ielo.php?script=sci_arttext&pid=S010072032009000700002&lng=en.

Vasconcelos JDAL, Santos ACC, Batista ALA, Santiago LM, Menezes VA. Fatores de risco relacionados à prematuridade ao nascer: um estudo caso-controle. Odonto, 2012; 20(40):119-127.

Almeida AC, Jesus ACP, Lima PFT, Araújo MFM, Araújo TM. Fatores de risco maternos para prematuridade em uma maternidade pública de Imperatriz-MA. Rev Gaúcha Enferm [Internet]. 2012 [acesso 9 out 2017]; 33(2):86-94. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S198314472012000200013&lng=en.

Martins MDG, Santos GHND, Sousa MDS, Costa JEFBD, Simões VMF. Associação de gravidez na adolescência e prematuridade. Rev Bras Ginecol Obstet [Internet]. 2011 [acesso 9 out 2017]; 33(11):354-360. Disponível em: http://www.sciel-o.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-72032011001100006&lng=en.

Madi JM, Deon J, Rombaldi RL, Araújo BF, Rombaldi MC, Santos MB. Impacto do parto vaginal após uma cesárea prévia sobre os resultados perinatais. Rev Bras Ginecol Obstet [Internet]. 2013 [acesso 9 out 2017]; 35(11):516-522. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010072032013001100007&lng=pt.

Waldenström, Ulla. Postponing parenthood to advanced age. Ups J Med Sci [Internet]. 2016 [acesso 9 out 2017];121(4):235–243. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5098487/




DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.8618 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge
SCImago Institutions Rankings