ERGONOMICS AND RISC IN NURSING CARE PATH

Main Article Content

Joanir Pereira Passos
Nébia Maria Almeida de Figueiredo
Florence Romijn Tocantins
Daniel Aragão Machado
Priscila Grangeia dos Santos

Resumo

Introdução: Este estudo tem como foco a relação saúde-doença-trabalho. Apresenta como objeto de investigação o caminho da enfermagem para o descarte da urina no cuidado ao cliente.  Os objetivos foram identificar quantos metros a enfermagem caminha para fazer este único procedimento – despejar a urina – e, discutir as implicações para saúde do corpo que cuida. Método: Estudo exploratório. O local da investigação foi um hospital público / filantrópico no Rio de Janeiro para pessoas com deficiência física. A produção dos dados ocorreu mediante mensuração do caminho andado e de quantas vezes este percurso aconteceu durante trinta dias. Resultados: Verificou-se que dois técnicos de enfermagem andam 132 km e 720 m para despejar a urina, contribuindo para agravos, como problemas mecânicos e corporais, associado à inadequação da planta física do ambiente de trabalho. Discussão: A aplicação da ergonomia permite reorganizar o processo de trabalho de enfermagem propondo modos de execução mais adequados. Considerações Finais: Faz-se importante reconhecer a relação saúde – ambiente – trabalho, nas dimensões individuais e coletivas. Descritores: Cuidados de Enfermagem; Saúde do trabalhador; Ambiente de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Passos JP, Figueiredo NMA de, Tocantins FR, Machado DA, Santos PG dos. ERGONOMICS AND RISC IN NURSING CARE PATH. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 11º de abril de 2011 [citado 18º de maio de 2022];3(2):1835 1840. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/1303
Seção
Experience Report
Biografia do Autor

Joanir Pereira Passos, EEAP / UNIRIO

Nébia Maria Almeida de Figueiredo, EEAP / UNIRIO

Doutor em Enfermagem. Professora Titular do Departamento de Enfermagem Fundamental da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto – UNIRIO.

Florence Romijn Tocantins, EEAP / UNIRIO

Doutor em Enfermagem. Professora Titular do Departamento de Enfermagem em Saúde Pública da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto – UNIRIO

Daniel Aragão Machado, EEAP/UNIRIO

Doutorando em Enfermagem e Biociências do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UNIRIO

Priscila Grangeia dos Santos, EEAP / UNIRIO

Enfermeira do Quadro de Oficiais de Saúde do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UNIRIO.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 > >>