THE USE OF THE PLANT SPHAGNETICOLA TRILOBATA FARMERS AFFECTED BY DIABETES MELLITUS

Main Article Content

Marcos Aurélio Matos Lemões
Michelle Jacondino
Teila Ceolin
Rita Maria Heck
Rosa Lía Brabieri
Roberta Antunes Machado

Resumo

Objetivo: Investigar a utilização da planta Sphagneticola trilobata por agricultores como coadjuvante no tratamento do diabetes mellitus. Método: Foram entrevistados cinco agricultores portadores de diabetes mellitus e que usavam S. trilobata, no município do Rio Grande, Rio Grande do Sul, no período de junho a julho de 2009. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Faculdade de Medicina da UFPel  (072/07).  Resultados: Todos os entrevistados eram do sexo feminino com idade entre 48 e 74 anos. As folhas foram a parte mais utilizada. O chá é preparado através da infusão da planta. O conhecimento sobre a insulina foi repassado por familiares, ou vizinhos. As entrevistadas relatam efeito hipoglicemiante após o uso da planta. Conclusão: O conhecimento popular sobre plantas medicinais é geralmente repassado através das gerações familiares, sendo sua frente às terapias complementares, de esta manera satisfaz  as necessidades de saúde individual complementando os serviços de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Lemões MAM, Jacondino M, Ceolin T, Heck RM, Brabieri RL, Machado RA. THE USE OF THE PLANT SPHAGNETICOLA TRILOBATA FARMERS AFFECTED BY DIABETES MELLITUS. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 28º de janeiro de 2012 [citado 29º de janeiro de 2023];4(1):2733-9. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/1592
Seção
Research
Biografia do Autor

Marcos Aurélio Matos Lemões, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeiro formado pela Universidade Federal do Rio Grande-FURG-RS, Mestre em enfermagem Pela Universidade Federal de Pelotas-UFPel-RS, Especialista em Gestão em Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS.

Michelle Jacondino, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira, especialista em Estratégia Saúde da Família, Mestranda do Programa de Pós graduação da Universidade Federal de Pelotas (UFPel)/RS.

Teila Ceolin, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira, Mestre em Enfermagem, Docente da Faculdade de Enfermagem, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)/RS.

Rita Maria Heck, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira, Doutora em Enfermagem, Docente da Faculdade de Enfermagem, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)/RS.

Rosa Lía Brabieri, EMBRAPA Clima Temperado

. Doutora em Genética e Biologia Molecular. EMBRAPA Clima Temperado- Pelotas-RS.

Roberta Antunes Machado, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia -IF RS

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Campus Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>