Variables associated with pressure injury prevention: knowledge for nursing care / Variáveis associadas à prevenção das lesões por pressão: conhecimento para o cuidado de enfermagem

Main Article Content

Thaís da Silva Oliveira
http://orcid.org/0000-0002-6461-201X
Daniela de Aquino Freire
http://orcid.org/0000-0002-6708-5139
Nauã Rodrigues de Souza
http://orcid.org/0000-0001-9076-0449
Franciene Marília Elias dos Santos
http://orcid.org/0000-0001-8715-8940
Katiane Santana dos Santos
http://orcid.org/0000-0002-2374-1456
Maria Joanna Darc de Melo França
http://orcid.org/0000-0002-8422-3580

Resumo

Objetivo: Identificar na literatura científica as variáveis associadas à prevenção da LPP para subsidiar o cuidado de enfermagem. Método: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Resultados: Foram analisados 18 artigos analisados, destes, 13 eram exclusivamente elaborados por enfermeiros. A análise possibilitou a identificação de 39 variáveis associadas as três dimensões emanadas do termo “conhecimento”. Foi possível observar uma predominância de valorização da literatura daquelas associadas a dimensão técnico-cientifica com um quantitativo de 35 variáveis. Nesta dimensão pode-se notar que as medidas de prevenção estão associadas à utilização de procedimentos para alívio de pressão. Conclusão: A revisão integrativa permitiu verificar que os cuidados voltados a medidas de prevenção se constituem como um tema que demanda preocupação por parte da equipe multiprofissional, principalmente, pelos enfermeiros que tem investido de forma expressiva no melhor entendimento do problema e na busca de soluções através de pesquisas metodologicamente mais refinadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Oliveira T da S, Freire D de A, de Souza NR, dos Santos FME, dos Santos KS, de Melo França MJD. Variables associated with pressure injury prevention: knowledge for nursing care / Variáveis associadas à prevenção das lesões por pressão: conhecimento para o cuidado de enfermagem. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de maio de 2021 [citado 5º de julho de 2022];12:1172-8. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/8036
Seção
Systematic Review of Literature
Biografia do Autor

Thaís da Silva Oliveira, Universidade de Pernambuco/ Universidade Estadual da Paraíba - UPE/UEPB

Enfermeira, Mestra em Enfermagem pelo Programa Associado de Pós-graduação em Enfermagem da Universidade de Pernambuco e Universidade Estadual da Paraíba (UPE/UEPB).

Franciene Marília Elias dos Santos, Faculdade Estácio

Enfermeira, Especialista em Suporte Avançado de Vida: UTI e emergência.

Katiane Santana dos Santos, Faculdade Integrada de Pernambuco - FACIPE

Enfermeira, Especialista em urgência e Emergência pela IBFC.

Maria Joanna Darc de Melo França, Universidade de Pernambuco/ Universidade Estadual da Paraíba - UPE/UEPB

Enfermeira, Mestre em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco e Universidade Estadual da Paraíba (UPE/UEPB).

Plum Analytics

Referências

Cox J. Predictors of pressure ulcers in adult critical care patients. Am J Crit Care. 2011; 20(5): 364-75.

Araujo TM, Araujo MFM, Caetano JA. Comparação de escalas de avaliação de risco para úlcera por pressão em pacientes em estado crítico. Acta Paul Enferm. 2011; 24(5): 695-700.

Freitas MC, Medeiros ABF, Guedes MVC, Almeida PC, Galiza FT, Nogueira JM. Úlcera por pressão em idosos institucionalizados: análise da prevalência e fatores de risco. Rev Gaúcha Enferm., Porto Alegre (RS) 2011 mar;32(1):143-50.

Lima ACB, Guerra DM. Avaliação do custo do tratamento de úlceras por pressão em pessoas hospitalizados usando curativos industrializados. Cien Saúde Colet. 2011; 6(1): 267-77.

Ministério da Saúde. Anvisa/Fiocruz. Anexo 02: Protocolo para prevenção de úlcera por pressão. Brasília: Ministério da Saúde; 2013.

BRAZIL. Portaria MS/GM Nº 529, de 1 de abril de 2013. Institui o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). Brasília- DF, 2013 abr; 43-4.

Oliveira SKP, Queiroz APO, Matos DPM, Moura AF, Lima FET. Temas abordados na consulta de enfermagem: revisão integrativa da literatura. Rev Bras enferm. 2012; 65(1): 155-61.

Araújo AA, Santos AG. Úlceras por pressão em pacientes internados em unidades de terapia intensiva: revisão integrativa da literatura. Ciência e Saúde 2016; 9(1): 38-48.

Souza MT, Silva MD, Carvalho RC. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. 2010; 8(2): 102-6.

Ferreira, J. D. L., de Aguiar, E. S. S., de Lima, C. L. J., de Brito, K. K. G., Costa, M. M. L., & Soares, M. J. G. O. (2016). Ações Preventivas para Úlcera por Pressão em Idosos com Declínio Funcional de Mobilidade Física no Âmbito Domiciliar. Revista Estima, 14(1).

Olkoski E, Assis GM. Aplicação de medidas de prevenção para úlceras por pressão pela equipe de enfermagem antes e após uma campanha educativa. Esc Anna Nery 2016; 20(2): 363-369.

Thomas, David R. "Role of nutrition in the treatment and prevention of pressure ulcers." Nutrition in Clinical Practice 29.4 (2014): 466-472.

Chaboyer W, Bucknall T, Webster J. Introducing a care bundle to prevent pressure injury (INTACT) in at-risk patients: A protocol for a cluster. InternationalJournalofNursingStudies 52 (2015) 1659–1668.

Hoviattalab K, Hashemizadeh H, D’Cruz G, Ruud JG, Dassen HT. Nursing practice in the prevention of pressure ulcers: an observational study of German Hospitals. Journal of Clinical Nursing, 24, 1513–1524.

Saleh MYN, Al-Hussami M, Anthony D. Pressure ulcer prevention and treatment knowledge of Jordanian nurses. Journal of Tissue Viability (2013) 22, 1-11.

Souza TS, Danski MTR, Johann DA, Lazzari LSM, Mingorance P. Prevenção de úlceras por pressão no calcanhar com filme transparente de poliuretano. Acta Paul Enferm. 2013; 26(4): 345-52.

Brandão EDS, Mandelbaum MHS, Santos ID. (2013). Um desafio no cuidado em enfermagem: prevenir úlceras por pressão no cliente. Rev. pesqui. cuid. fundam.(Online), 5(1), 3221-28.

Rogenski NMB, Kurcgant P. Incidencia de las úlceras por presióntraslaimplementación de um protocolo de prevención. Rev. Latino-Am. Enfermagem 20(2):[07 pantallas]mar.-abr. 2012.

Studart RMB, Melo EM, Lopes MVDO, Barbosa IV, Carvalho ZMDF (2011). Tecnologia de enfermagem na prevenção da úlcera por pressão em pessoas com lesão medular. Rev. bras. enferm, 64(3), 494-500.

Asimus M, MacLellan L, Li P. Pressure ulcer prevention in Australia: the role of the nurse practitioner in changing practice and saving lives. IntWound J 2011; 8:508–513.

Stranda T, Lindgrenb M. Knowledge, attitudes and barriers towards prevention of pressure ulcers in intensive care units: A descriptive cross-sectional study. Intensive and Critical Care Nursing (2010) 26, 335—342.

Adejumo PO, AgoryeIngwu J. Nurses’ use of water-filled gloves in preventing heel pressure ulcer in the University College Hospital, Ibadan, Nigeria. International wound journal 7.6 (2010): 472-479.

WARD, Corinne. The value of systematic evaluation in determining the effectiveness and practical utility of a pressure-redistributing support surface. Journal of tissue viability, v. 19, n. 1, p. 22-27, 2010.

Heyneman A, Vanderwee K, Grypdonck M, Defloor T. Effectiveness of Two Cushions in the Prevention of Heel Pressure Ulcers. World view son Evidence-Based Nursing 2009; (6)2:114–120.

Patina SW. Prevention of Pressure Ulcers in the Surgical Patient. AORN Journal. 2009, 89(3).

Lise F, Silva LC (2007). Prevenção de úlcera por pressão: instrumentalizando a enfermagem e orientando o familiar cuidador e orientando o familiar cuidador. Acta Scientiarum. Health Sciences, 29(2), 85-89.

Menegon DB, Bercini RR, Brambila MI, Maria Lúcia Scola,

Jansen MM, Tanaka RY. Implantação do protocolo assistencial de prevenção e tratamento de úlcera de pressão no hospital de clínicas de porto alegre. Rev HCPA 2007; 27(2):61-4.

Sousa CA, Santos I, Silva LD. Aplicando recomendações da Escala de Braden e prevenindo úlceras por pressão - evidências do cuidar em enfermagem. Rev Bras Enferm 2006 maio-jun; 59(3): 279-84.

Rapport F, Storey M, Porter A, Snooks H, Jones K, PeconiJ,et al. Qualitative research within trials: developing a standard operating procedure for a clinical trials unit. Trials. 2013; 14:54-61.

Ferreira ABH. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 5ª ed. Curitiba (PR): Positivo; 2010.

Mccluskey P, Mccarthy G. Nurses’ knowledge and competence in wound management. Wounds UK. 2012; 8(2): 37-47.

Chinn PL, Kramer MK. Knowledge development in Nursing. 9th ed. Missouri (EUA): Elsevier; 2015. 257p.

Souza TS, Danski MTR, Johann DA, Lazzari LSM, Mingorance P. Prevenção de úlceras por pressão no calcanhar com filme transparente de poliuretano. Acta Paul Enferm. 2013; 26(4): 345-52.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)