Accessibility for the diagnosis of hypertension in primary health care / Acessibilidade ao diagnóstico de hipertensão arterial na atenção primária à saúde

Main Article Content

Anderson da Silva Rêgo
http://orcid.org/0000-0002-0988-5728
Thamires Fernandes Cardoso da Silva Rodrigues
http://orcid.org/0000-0001-7942-4989
Fernanda Sabini Faix Figueiredo Sabini Faix Figueiredo
http://orcid.org/0000-0001-8690-5887
Ana Caroline Soares
http://orcid.org/0000-0001-7616-4448
Laura Misue Matsuda
http://orcid.org/0000-0002-4280-7203
Cremilde Aparecida Trindade Radovanovic
http://orcid.org/0000-0001-9825-3062

Resumo

Objetivo: analisar a acessibilidade ao diagnóstico da hipertensão arterial na Atenção Primária à Saúde. Método: Estudo transversal, realizado com 417 pessoas, residentes em um município localizado no noroeste do estado do Paraná. A coleta de dados ocorreu entre fevereiro a junho de 2016, por meio de um instrumento adaptado e validado para avaliação dos serviços ofertados a pessoas com hipertensão arterial na Atenção Primária à Saúde. Na análise dos dados, aplicou-se estatística descritiva e inferencial. Resultados: constatou-se insatisfação quanto tempo gasto para deslocar-se até os serviços de saúde, necessidade de procurar atendimento por mais de três vezes para receber o diagnóstico, tempo de espera superior a 60 minutos para ser atendido e atraso ou perda de dia de trabalho. Conclusão: Tais achados refletem a importância de reorganizar a gestão e o planejamento de ações de saúde, com vistas a tornar os serviços de saúde pública mais equânime, resolutivo e longitudinal.




 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Rêgo A da S, Rodrigues TFC da S, Figueiredo FSFFSF, Soares AC, Matsuda LM, Radovanovic CAT. Accessibility for the diagnosis of hypertension in primary health care / Acessibilidade ao diagnóstico de hipertensão arterial na atenção primária à saúde. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 14º de junho de 2021 [citado 17º de maio de 2022];13:1129-34. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9102
Seção
Research
Biografia do Autor

Anderson da Silva Rêgo, Universidade Estadual de Maringá - UEM.

Enfermeiro. Universidade Estadual de Maringá – UEM; Departamento de Enfermagem; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.

Thamires Fernandes Cardoso da Silva Rodrigues, Universidade Estadual de Maringá/UEM

Enfermeira, Mestranda, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Estadual de Maringá/UEM. Maringá (PR), Brasil.

Fernanda Sabini Faix Figueiredo Sabini Faix Figueiredo, Universidade Estadual de Maringá/UEM

Enfermeira, Mestre, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Estadual de Maringá/UEM. Maringá (PR), Brasil. E-mail: sabinifaix@hotmail.com

Ana Caroline Soares, Universidade Estadual de Maringá/UEM

Enfermeira, Mestranda, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Estadual de Maringá/UEM. Maringá (PR), Brasil. 

Laura Misue Matsuda, Universidade Estadual de Maringá/UEM

Enfermeira, Professora Associada, Doutora em Enfermagem Fundamental. Docente do Curso de Graduação/Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Estadual de Maringá/UEM. Maringá (PR), Brasil.

Cremilde Aparecida Trindade Radovanovic, Universidade Estadual de Maringá/UEM.

Enfermeira, Professora Adjunta, Doutora em Ciências da Saúde, Docente do Curso de Graduação/Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Estadual de Maringá/UEM. Maringá (PR), Brasil.

Plum Analytics

Referências

Malachias MVB, Souza WKSB, Plavnik FL, Rodrigues CIS, Brandão AA, Neves MFT, et al. Sociedade Brasileira de Cardiologia. 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. Arq Bras Cardiol [Internet]. 2016[cited 2019 Mai 25];107(3). Available from: http:// www.scielo.br/pdf/abc/v107n3s3/0066-782X-abc-107-03-s3-0067.pdf

Paul K. Whelton, Robert M. Carey, Wilbert S. Aronow, Donald E. Casey, Karen J. Collins, Cheryl Dennison Himmelfarb, et al. Guideline for the Prevention, Detection, Evaluation, and Management of High Blood Pressure in Adults: A Report of the American College of Cardiology/American Heart Association Task Force on Clinical Practice Guidelines. Hypertension. 2018 [citado em 2018 jun 27]; 71:e13-e115. Doi: < https://doi.org/10.1161/HYP.0000000000000065 >

Malta DC, Bernal RTI, Andrade SSCA, Silva MMA, Velasquez-Melendez G. Prevalence of and factors associated with self-reported high blood pressure in Brazilian adults. Rev Saude Publica. 2017 [citado em 2018 jun 14];51 supl 1:11. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/s1518-8787.2017051000006

Mendes EV. A construção social da Atenção Primária à Saúde. Conselho Nacional de Secretários de Saúde – CONASS. Brasília – DF, 2015. Disponível em: <http://www.saude.go.gov.br/wp-content/uploads/2016/12/a-construcao-social-da-atencao-primaria-a-saude.pdf>

Melo ECA, Figueiredo TMRM, Cardoso MAA, Paes NA. Accessibility of users with hypertension in the Family Health Strategy. Esc Anna Nery. 2015 [citado em 2018 jun 14];19(1):124-31. Doi: http://dx.doi.org/10.5935/1414-8145.20150017

Turci MA, Lima-Costa MF, Macinko J. The influence of structural and organizational factors on the performance of primary health care in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil, according to nurses and managers. Cad Saúde Pública. 2015 [citado em 2018 jun 14]; 31(9):1941-52. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00132114

Carvalho MS, Coeli CM, Chor D, Pinheiro RS, Fonseca MJM, Sá Carvalho LC. The Challenge of Cardiovascular Diseases and Diabetes to Public Health: A Study Based on Qualitativeb Systemic Approach. PLoS ONE. 2015 [citado em 2018 jun 14]; 10(7):e0132216. Doi: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0132216

Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Caderno Estatístico Município de Maringá [Internet]. Curitiba: IPARDES; 2017 [citado em 2017 jun 16]. Disponível em: < http://www.ipardes.gov.br/cadernos/MontaCadPdf1.php?Municipio=87000>

Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa. Adoção do CCEB 2008 - Critério de Classificação Econômica Brasil. São Paulo: ABEP; 2015. Disponível em: < www.abep.org/Servicos/Download.aspx?id=09

Paes NA, Silva CS, Figueiredo TMRM, Cardoso MAA, Lima JO. Satisfação dos usuários hipertensos com os serviços da rede de atenção primária no Brasil: um estudo de validação. Rev Panam de Salud Publica. 2014 [citado em 2017 jun 25]; 36(2):87-93. Disponível em: <https://www.scielosp.org/pdf/rpsp/v36n2/03.pdf>

Presidência da República (BR). Portaria n. 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília: 2017. [citado em 2018 jun 15]. Disponível em: < http://www.foa.unesp.br/home/pos/ppgops/portaria-n-2436.pdf>

Rêgo AS, Haddad MCFL, Salci MA, Radovanovic CAT. Accessibility to the treatment of hypertension in the family health strategy. Rev Gaúcha Enferm. 2018;39:e20180037. doi: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2018.20180037.

Carvalho MS, Coeli CM, Chor D, Pinheiro RS, Fonseca MJM, Sá Carvalho LC. The Challenge of Cardiovascular Diseases and Diabetes to Public Health: A Study Based on Qualitativeb Systemic Approach. PLoS ONE, 2015; 10(7):e0132216. Doi: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0132216

Ferrari RFR, Ribeiro DMM, Vidigal FC, Marcon SS, Baldissera VDA, Carreira L. Reasons that led hypertensive elderly to seek assistance in primary care. Rev Rene. 2014 [citado em 2017 jun 24];15(4):691-00. Doi: https://doi.org/10.15253/2175-6783.2014000400017

Palhoni ARG, Penna CMM. Health care in the constitution of health needs for users of the Family Health Strategy. Cienc Cuid Saude. 2017 [citado em 2018 jun 15]; 16(4). Doi: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v16i4.40371

Miranda GMD, Mendes ACG, Silva ALA. Population aging in Brazil: current and future social challenges and consequences. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2016 [citado em 2018 jun 15]; 19(3):507-519.Doi: http://dx.doi.org/10.1590/1809-98232016019.150140

Pires MAP, Matos WR, Pires MP. Increase in the Population of the Third age end the Need for the Expansion of Existing Public Policies: Brief Considerations. Rev FSA. 2018 [citado em 2018 jun 15]; 15(3): 253-68. Doi: http://dx.doi.org/10.12819/2018.15.3.13

Albuquerque MSV, Lyra TM, Farias SF, Mendes MFM, Martelli PJL. Accessibility to health services: an analysis of the Primary Care in the state of Pernambuco. Saúde Debate. 2014 [citado em 2017 jun 26]; 38 (esp.):182–94. Doi: http://dx.doi.org/10.5935/0103-1104.2014S014

Barreto MS, Marcon SS. Patient perspectives on family participation in the treatment of hypertension. Text Context Nursing. 2014 [citado em 2017 jun 26]; 23(1):38-46. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/tce/v23n1/0104-0707-tce-23-01-00038.pdf>

Grezzana GB, Morais DW, Stein AT, Pellanda LC. Impact of Different Normality Thresholds for 24-hour ABPM at the Primary Health Care Level. Arq Bras Cardiol. 2017 [citado em dez 10]; 108(2):143-8. Doi: http://dx.doi.org/10.5935/abc.20160204

Damaceno AN, Bandeira D, Hodali N, Weiller TH. Acesso de primeiro contato a atenção primária a saúde: revisão integrativa. Rev APS. 2016 [citado em 2017 jun 26]; 19(1):122-38. Disponível em: <https://aps.ufjf.emnuvens.com.br/aps/article/view/2521/944>

Costa MFL, Turci MA, Macinko J. A comparison of the Family Health Strategy to other sources of healthcare: utilization and quality of health services in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil. Cad Saúde Pública. 2013 [citado em 2017 jun 25]; 29(7):1370-80. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2013000700011

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)