Anxious symptoms among studentes at a university on the franco brasilero frontier / Sintomas ansiosos entre estudantes de uma universidade na fronteira franco brasileiro

Main Article Content

Ianny de Araújo Carvalho
http://orcid.org/0000-0002-2095-8561
Fernanda Matos Fernandes Castelo Branco
http://orcid.org/0000-0002-9074-0963
Renan Alves Silva
http://orcid.org/0000-0002-1825-0097

Resumo

Objetivo: estimar a prevalência de sintomas ansiosos em estudantes de uma universidade na fronteira franco brasileira. Método: estudo transversal e descritivo realizado com 233 estudantes de uma universidade localizada na fronteira franco brasileira, através de questionários com questões fechadas e aspectos relacionados ao Inventário de Ansiedade de Beck. Resultados: predomínio de adultos jovens (82,4%) com idade entre 20 a 40 anos, sexo feminino (58,6%), solteiros (51,9%), evangélicos (39,9%), realizam atividades curriculares em concomitância as remuneradas (59,7%). Inventário de Beck apontou, ansiedade mínima (67,2%), ansiedade leve (15,5%), ansiedade moderada (12,9%) e ansiedade severa (4,3%). Conclusão: os dados demonstram baixa prevalência de sintomas de ansiedade severa entre os estudantes, contudo considera imprescindível o cuidado e medidas preventivas que retardem ou impossibilitem o adoecimento mental dentre o público investigado.




 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Carvalho I de A, Castelo Branco FMF, Silva RA. Anxious symptoms among studentes at a university on the franco brasilero frontier / Sintomas ansiosos entre estudantes de uma universidade na fronteira franco brasileiro. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 2º de junho de 2021 [citado 17º de maio de 2022];13:1026-31. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9852
Seção
Research
Biografia do Autor

Ianny de Araújo Carvalho, Universidade Federal do Amapá - Campus Binacional

Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal do Amapá (Campus Binacional)

Fernanda Matos Fernandes Castelo Branco, Universidade Federal do Amapá - Campus Binacional

Possui graduação em Enfermagem pelo Centro Universitário UNINOVAFAPI (2004). Especialista em Saúde Mental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) , Programa de Saúde da Família (FACISA), Revisão Sistemática e Metanálise (USP) e em Álcool e outras Drogas (USP). Mestre em Saúde da Família pelo Centro Universitário UNINOVAFAPI. Doutora pelo Programa de Pós-graduação em Enfermagem - PPGE do Departamento de Enfermagem Materno-infantil e Psiquiátrica da Universidade de São Paulo (USP), Pós doutora em Enfermagem pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem em Adicções - Álcool & outras drogas (NEPEAA) - CNPq. Líder do Grupo de Estudo Saúde Mental e Povos Indígenas (GESMEPI) - CNPq. Professora Adjunta da Universidade Federal do Amapá - UNIFAP (Campus Binacional)Tem experiência nas áreas de Saúde Mental, Álcool e outras drogas.

Renan Alves Silva, Universidade Federal do Espírito Santo/Centro Universitário do Norte do Espírito Santo

Professor Adjunto da Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Universitário do Norte do Espírito Santo, do Curso de Enfermagem. Possui Graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Campina Grande (2014) e Mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará (2017). É Doutor em Enfermagem em Promoção da Saúde na Universidade Federal do Ceará com Concentração em Enfermagem na Promoção da Saúde e Linha de Pesquisa: Tecnologia de Enfermagem na Promoção de Saúde. Foi bolsista do CNPq da Universidade Federal do Ceará durante o Mestrado em Enfermagem. Enfermeiro Assistencial - NEPHRON ASSISTENCIA NEFROLÓGICA LTDA e Professor Substituto da Universidade Regional do Cariri nas disciplinas de Enfermagem no processo do cuidar em Saúde da Criança e do Adolescente e Estágio Supervisionado II. Foi Professor do Curso de Enfermagem da Universidade Federal do Amapá, Campus Binacional (2018). Realiza estudos e pesquisas com grandes teorias de enfermagem/teorias de médio alcance e de situações específicas, adaptação transcultural, validade de conteúdo e validação psicométricas de instrumentos de medidas, taxonomias clínicas de enfermagem com os temas: linguagem estruturada, sistemas de linguagem, taxonomia NANDA-Internacional, taxonomia NIC e taxonomia NOC; criança no contexto hospitalizada; disfunções neurológicas; acidente vascular encefálico; doença renal crônica e conforto de paciente. É membro ativo da NANDA Internacional, associado da ABEN Ceará. Participa do Grupo de Estudos e Pesquisa no Cuidado de Enfermagem em Saúde da Criança e do Adolescente (CUIDENSC) e Núcleo de Estudos em Diagnósticos, Intervenções e Resultados de Enfermagem (NEDIRE) do Programa de Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Ceará

Plum Analytics

Referências

- Chaves ECL, Lunes DH, Moura CC, Carvalho LC, Silva AM, Carvalho EC. Anxiety and spirituality in university students: a crosssectional study. Rev Bras Enferm. 2015 mai/jun;68(3): 444-449.DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167.2015680318i

- Silva ALP. O Tratamento da Ansiedade por intermédio da Acupuntura: Um Estudo de Caso. Psicol. Cienc.Prof. 2010;30(1): 200-211.DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-98932010000100015

- Santos MD, Galdeano LE. Traço e estado de ansiedade de estudantes de enfermagem na realização de uma prova prática. Rev. Min. Enferm. [Internet] 2009 [acesso 2019 nov 13];13(1):76-83. Disponível em: http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/165

- Moreira SNT, Vasconcellos RLSS, Heath N. Estresse na Formação Médica: como lidar com essa realidade? Rev bras educ med. 2015; 39(4): 558-564. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712015v39n4e03072014

- Prado JM, Kurebayashi, LFS, Silva MJP. Eficácia da auriculoterapia na redução de ansiedade em estudantes de enfermagem. Rev. esc. enferm. USP. 2019;46(5):1200-1206. DOI: https://doi.org/10.1590/S0080-62342012000500023

- Victoria MS, Bravo A, Felix AK, Neves BG, Rodrigues CB, Ribeiro CCP et al. Níveis de ansiedade e depressão em graduandos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Rev. Encontro: Revista de Psicologia. [Internet] 2013 [acesso 2020 jan 12];16(25). Disponível em: https://revista.pgsskroton.com/index.php/renc/article/view/2447

- Cunha, JA. Manual da versão em português das Escalas Beck. 2001.São Paulo: Casa do Psicólogo.

- Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº466 de doze de dezembro de 2012. Brasília: MS; 2012. Disponível em: https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

- Fernandes MA, Vieira FER, Silva JS, Avelino FVSD, Santos FDM. Prevalência de sintomas ansiosos e depressivos em universitários de uma instituição pública. Rev. Bras. Enferm. 2018;71, (supl. 5):2169-2175. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0752

- Medeiros PP, Bittencourt OF. Fatores associados à Ansiedade em Estudantes de uma Faculdade Particular. Rev. Psic. [Internet] 2017 [acesso 2019 dez 11];10(33):43-55. Disponível em: https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/594

- Lopes JM, Oliveira EB, Silva RE, Nóbrega NKB, Fermoseli AFO. Ansiedade x desempenho acadêmico: uma análise entre estudantes universitários. Ciências Biológicas e de Saúde Unit. [Internet] 2019 [acesso 2010 jan 20];5(2):137-150. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/index.php/fitsbiosaude/article/view/6151

- Maltoni J, Palma PC, Neufeld CB. Sintomas ansiosos e depressivos em universitários brasileiros. Pisco. 2019; 50(1):e29213:2-10. DOI: https://doi.org/10.15448/1980-8623.2019.1.29213

- Leão AM, Gomes IP, Ferreira MJM, Cavalcanti LPG.Prevalência e Fatores Associados à Depressão e Ansiedade entre Estudantes Universitários da Área da Saúde de um Grande Centro Urbano do Nordeste do Brasil. Rev. Bras. Educ. Med. 2018 out/dez; 42 (4) : 55-65. DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712015v42n4rb20180092

- Mesquita MA, Lemes AG, Carrijo MVN, Moura AAM, Couto DS, Rocha EM et al.Depressão entre estudantes de cursos da área da saúde de uma universidade em mato grosso. Journal Health PEPS.[Internet] 2016 [acesso em 2019 nov 13]; 1(2):218-230. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/1433

- Wener MEC, Siqueira MFC, Lemes AG. Consumo alcoólico entre universitários: vamos discutir essa ideia? Rev eletrônica Interdisciplin.[Internet] 2015 [acesso em 2019 dez 10]; 13(1):42-48. Disponível em: https://www.academia.edu/35687522/Interdisciplinar_Revista_Eletr%C3%B4nica_da_UNIVAR_CONSUMO_ALCO%C3%93LICO_ENTRE_UNIVERSIT%C3%81RIOS._VAMOS_DISCUTIR_ESSA_IDEIA

- Oliveira ASD, Pereira MS, Lima LM. Trabalho, produtivismo e adoecimento dos docentes nas universidades publicas brasileiras. Psicologia escolar e educacional, SP. 2017 set/dez;21(3):609-619.DOI: http://dx.doi.org/10.1590/2175-3539/2017/0213111132

- Cardoso FM, Barbosa HA, Costa FM, Vieira MA, Caldeira AP. Fatores associados à prática do binge drinking entre estudantes da área da saúde.Rev.CEFAC. 2015 mar/abr;17(2):475-484. DOI: https://doi.org/10.1590/1982-021620158914

- Horta RL, Horta BL, Costa AWN, Prado RR, Campos MO, Malta DC.Uso na vida de substâncias ilícitas e fatores associados entre escolares brasileiros, Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE 2012). Rev.bras.epidemiol. 2014;17(supl1):31-45. DOI: https://doi.org/10.1590/1809-4503201400050004

- Carvalho EA, Bertolini SMMG, Martins MC. Índice de Ansiedade em Universitários Ingressantes e Concluintes de uma Instituição de Ensino Superior. Revista Cienc. Cuid. Saúde; 2015 jul/set;14(3): 1290-1298. DOI: https://doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v14i3.23594

- Cardozo MQ, Gomes KM, Fan LG, Soratto MT. Fatores associados à ocorrência de ansiedade dos acadêmicos de Biomedicina. Revista Saúde e Pesquisa. 2016 mai/ago;9(2): 251-262. DOI: http://dx.doi.org/10.177651/1983-1870.2016v9n2p251-262

- Pereira FLR, Medeiros SP, Salgado RGF, Castro JNA, Oliveira AMN. Manifestações de ansiedade vivenciadas por estudantes de enfermagem. Rev Fun Care Online. 2019 jul/set; 11(4):880-886. DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i4.880-886.