IMMUNIZATION AGAINST HEPATITIS B: A MATTER OF OCCUPATIONAL HEALTH NURSING

Suzana de Almeida Fraguas, Zenith Rosa Silvino, Diana Mary Araújo de Melo Flach, Ingrid Ramos Reis Couto, Marilda Andrade

Resumo


OBJETIVO: conhecer a situação vacinal para hepatite B da equipe de enfermagem que se envolveu em acidentes com material biológico. Metodologia:Trata-se de uma pesquisa exploratória descritiva com abordagem quantitativa realizada em 259 fichas de trabalhadores atendidos na unidade de referência para profissionais de saúde vítimas de acidentes biológicos no município do Rio de Janeiro. Resultados: Foram identificados 173 (66,8%) profissionais com esquema vacinal para hepatite B completo. Sendo 27,0% auxiliares de enfermagem, 61,4% técnicos de enfermagem e 11,6% enfermeiros. Conclusão: fica evidenciada a importância de implementação e desenvolvimento de projetos de educação permanente em todas as instituições de saúde, no intuito de conscientizar os profissionais de enfermagem no que diz respeito à própria saúde diante das condições insalubres da natureza de suas funções rotineiras e o seu potencial de risco de se infectarem pelo vírus da Hepatite B quando sofreram o acidente.


Palavras-chave


Hepatite B, Enfermagem, Cobertura vacinal, Imunização, Saúde do trabalhador.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2013.v5i1.3150-3158 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.