REFLECTING ON THE PRACTICE OF NURSING CARE SYSTEMATIZATION IN THE INTENSIVE CARE UNIT

Ana Cláudia Tavares Ribeiro Carvalho, Karine Tsouroutsoglou de Oliveira, Raquel Silva de Almeida, Flávia Silva de Souza, Harlon França de Menezes

Resumo


Objetivo: Identificar as experiências dos enfermeiros na prática da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Métodos: Tratou-se de um estudo descritivo-exploratório com abordagem qualitativa através de pesquisa de campo, tendo como cenário um hospital privado localizado no município de Niterói/RJ, sendo os sujeitos são 10 enfermeiros que atuam no setor. Resultados: Os depoimentos sofreram análise temática, onde surgiram os seguintes núcleos de sentido: os fatores que interferem na implementação da SAE na UTI e o (des) conhecimento do enfermeiro sobre a SAE. Conclusão: Pôde-se compreender que a SAE e sua implementação na UTI perpassa por meandros que interagem diretamente com as tecnologias do cuidado de enfermagem. Cumpre-se expressar que o enfermeiro deve ser visto como primeiro cliente, ou seja, necessita de valorização profissional com respeito a sua individualidade, assim proporcionará à clientela um desvelo integral baseado na motivação de implementar a SAE. 

Palavras-chave


Enfermagem; Cuidados de enfermagem; processos de enfermagem

Texto completo:

PDF-EG PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2013.v5i2.3723-3730 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM