Social representations about loneliness by institutionalized elderly

Luípa Michele Silva, Maria Moreira, Valeria Peixoto Bezerra, Sandra Aparecida de Almeida, Silvia Brenna, Antonia Oliveira Silva

Resumo


Objetivo: conhecer os sentidos atribuídos à solidão por idosos. Método: pesquisa exploratória realizada com 68 idosos com idade mínima de 62 anos e máxima de 94 anos, de ambos os sexos, residentes em instituições de longa permanência no município de João Pessoa – Paraíba, brasil. Os dados foram coletados a partir de entrevista semiestruturada e analisados com o auxilio do software alceste: 2010. Resultados: os dados analisados apontaram cinco classes ou categorias em que os idosos associam solidão às dimensões negativas como: abandono e desprezo. Conclusão: as representações dos idosos são decorrentes das suas vivencias anteriores e do contato existente ou não com seus familiares.

Palavras-chave


solidão, idosos, instituição de longa permanência, enfermagem

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2014.v6i5.1-9 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 
 
 
 
 
SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.