Mortality due to external causes in youth in state of Bahia / Mortalidade por causas externas em jovens no estado da Bahia

Rafaela Almeida Silva, Carla Xavier Vieira, Adriana Alves Nery, Felipe Santos Abreu, Neylton dos Anjos Silva, Luanna Rodrigues de Jesus

Resumo


Objetivo: descrever a mortalidade por causas externas no Estado da Bahia, no período de 2000 a 2011, segundo dados sociodemográficos das vítimas, tipos de causas e taxas de mortalidade. Métodos: trata-se de um estudo descritivo de série temporal (2000 a 2011), com indivíduos nas faixas etárias de 15 a 19 anos e 20 a 29 anos e residentes no estado da Bahia. Os dados foram obtidos a partir do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM). Resultados: foram registrados 44.536 óbitos por causas externas, especificamente devido a agressões (53,6%) sendo em sua maioria indivíduos do sexo masculino (90,7%), onde 2010 foi o ano com maior registro (CM 134,7). Conclusão: destaca-se a importância de medidas preventivas e de promoção da saúde, por meio de políticas públicas e de educação em saúde, para redução da morbimortalidade por estes agravos.

Descritores: Causas Externas; Mortalidade; Jovens.


Palavras-chave


causas externas; mortalidade; jovens

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2018.v10i1.46-51 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.