Scientific Production of Dissertations and Theses on Palliative Care and Chronic Diseases: Bibliometric Study / Produção Científica de Dissertações e Teses Sobre Cuidados Paliativos e Doenças Crônicas: Estudo Bibliométrico

Thaís Costa de Oliveira

Resumo


Objetivo: Verificar os indicadores bibliométricos de dissertações e de teses publicadas no Brasil sobre cuidados paliativos e doenças crônicas. Método: Estudo bibliométrico realizado através da busca de dissertações e teses, no período de 2009 a 2018, disponibilizadas nas bases de dados Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações, Portal de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e Portal Domínio Público. Resultados: A amostra foi composta por 36 estudos, sendo 28 dissertações e oito teses. Averiguou-se um maior quantitativo de produções no ano de 2014, com a Universidade Federal de Santa Catarina como instituição de ensino que mais produziu acerca da temática, e o hospital o cenário mais investigado. Conclusão: Os indicadores bibliométricos indicaram que os enfermeiros desenvolveram maior quantitativo dos estudos. A maioria dos estudos se desenvolve por meio da abordagem qualitativa e o cenário com maior quantitativo de pesquisa foi o local hospitalar.

Descritores:Cuidados paliativos; Doenças crônicas; Assistência de enfermagem; Terminalidade; Bibliometria.

Objetivo: Verificar os indicadores bibliométricos de dissertações e de teses publicadas no Brasil sobre cuidados paliativos e doenças crônicas. Método: Estudo bibliométrico realizado através da busca de dissertações e teses, no período de 2009 a 2018, disponibilizadas nas bases de dados Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações, Portal de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e Portal Domínio Público. Resultados: A amostra foi composta por 36 estudos, sendo 28 dissertações e oito teses. Averiguou-se um maior quantitativo de produções no ano de 2014, com a Universidade Federal de Santa Catarina como instituição de ensino que mais produziu acerca da temática, e o hospital o cenário mais investigado. Conclusão: Os indicadores bibliométricos indicaram que os enfermeiros desenvolveram maior quantitativo dos estudos. A maioria dos estudos se desenvolve por meio da abordagem qualitativa e o cenário com maior quantitativo de pesquisa foi o local hospitalar.

Descritores: Cuidados paliativos; Doenças crônicas; Assistência de enfermagem; Terminalidade; Bibliometria.


Texto completo:

PDF-EN PDF-PT

Referências


Gomes ALZ, Othero MB. Cuidados paliativos. Estudos Avançados. 2016 [acesso em 30 maio 2019];30(88):155-166. Disponível em: .

Brasil. Diretrizes para o cuidado das pessoas com doenças crônicas nas redes de atenção à saúde e nas linhas de cuidado prioritárias. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde; 2013. [acesso em 30 maio 2019]. Disponível em: .

Silveira NR, Nascimento ERP, Rosa LM, Jung W, Martins SR, Fontes MS. Cuidado paliativo e enfermeiros de terapia intensiva: sentimentos que ficam. Rev Bras Enferm. 2016 [acesso em 30 jun 2019]; 69(6):1074-1081. Disponível em .

Matsumoto DY. Cuidados paliativos: conceito, fundamentos e princípios. In: Carvalho, RT, Parsons HA (organizadores) Manual de cuidados paliativos. São Paulo: Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP); 2012. p.23-30.

Arrieira ICO, Thofehrn MB, Porto AR, Moura PMM, Martins CL, Jacondino MB. Espiritualidade nos cuidados paliativos: experiência vivida de uma equipe multidisciplinar. Rev Esc Enferm USP. 2018 [acesso em 21 maio 2019];52:e03312. Disponível em: .

Hutchins BI, Yuan X, Anderson JM, Santangelo GM. Relative Citation Ratio (RCR): a new metric that uses citation rates to measure influence at the article level. PLoS Biol. 2016 [acesso em 06 maio 2019];14(9):e1002541. Disponível em: .

Vošner HB, Kokol P, Bobek S, Železnik D, Završnik J. A bibliometric retrospective of the Journal Computers in Human Behavior (1991– 2015). Comput Human Behav. 2016 [acesso em 21 maio 2019];65:46-58. Disponível em: .

Silva AMF, Martini JG, Becker SG. A teoria das representações sociais nas dissertações e teses em enfermagem: um perfil bibliométrico. Texto Contexto Enferm. 2011 [acesso em 24 maio 2019];20(2):294-300. Disponível em:

Nickel L, Oliari LP, Vesco SNPD, Padilha MI. Grupos de investigación en cuidados paliativos: la realidad brasileña de 1994 a 2014. Esc Anna Nery. 2016 [acesso em 10 maio 2019;20(1)70-76. Disponível em: .

Resolução COFEN nº 564/2017, de 06 de novembro de 2017. Aprova o novo Código de Ética dos profissionais de enfermagem. Brasília; 2017. [acesso em 06 maio 2019]. Disponível em: .

Guimarães TM, Silva LF, Espirito Santo FH, Moraes JRMMM. Palliative care in pediatric oncology in nursing students perception. Esc Anna Nery. 2016 [acesso em 04 maio 2019];20(2):261-7. Disponível em: .

Ranallo L. Improving the quality of end-of-life care in pediatric oncology patients through the early implementation of palliative care. J Pediatric Oncology. 2017 [acesso em 02 maio 2019];34(6):374-80. Disponível em: .

Lacerda MR, Labronici LM. Papel social e paradigmas da pesquisa qualitativa de enfermagem. Rev Bras Enferm. 2011 [acesso em 23 maio 2019];64(2):359-364. Disponível em: .

Macieira RC, Palma RR. Psico-oncologia e cuidados paliativos. In: Santos, FS (editor). cuidados paliativos: diretrizes, humanização e alívio dos sintomas. São Paulo: Editora Atheneu; 2011. p. 323-330.

Silva FMAM. Benefícios da ludoterapia como cuidado paliativo em crianças hospitalizadas com câncer. Maranhão. [Mestrado em psicologia] - Universidade Federal do Maranhão; 2010. [acesso em 25 maio 2019]. Disponível em: .

Vasconcelos MF. Cuidados paliativos ao paciente com HIV/AIDS: um estudo à luz da bioética. Paraíba. [Mestrado em enfermagem] – Universidade Federal da Paraíba; 2013. [acesso em 08 maio 2019]. Disponível em: .

Evangelista CB. Cuidados paliativos e espiritualidade: um estudo com enfermeiros. Paraíba. [Mestrado em enfermagem] – Universidade Federal da Paraíba; 2015. [acesso em 16 maio 2019]. Disponível em: .

Gryschek, G. prevalência de sintomas ansiosos e depressivos em pacientes acompanhados em ambulatório de cuidados paliativos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu. São Paulo. [Mestrado em saúde coletiva] - Faculdade de Medicina de Botucatu; 2013. [acesso em 20 maio 2019]. Disponível em: .

Rodrigues GGF, Duarte MCS, Mamede RS, Simões KM, Santos JS, Oliveira, TC. Cuidados paliativos direcionados ao cliente oncológico: estudo bibliométrico. Rev enferm UFPE on line. 2017 [acesso em 31 maio 2019];11(Supl.3):1349-56. Disponível em: .

Feldmann MP. Comunicação de más notícias a pacientes em cuidados paliativos: um estudo exploratório das percepções de pacientes e familiares. Rio Grande do Sul. [Mestrado em medicina] – Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2016. [acesso em 30 maio 2019]. Disponível em: .

Hermes HR, Lamarca ICA. Cuidados paliativos: uma abordagem a partir das categorias profissionais de saúde. Ciênc Saúde Coletiva. 2013 [acesso em 21 maio 2019];18(9): 2577-2588. Disponível em: .

Saito DYT. Quais são os problemas éticos em cuidados paliativos na atenção primária á saúde? São Paulo. [Mestrado em enfermagem] - Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo; 2015. [acesso em 28 maio 2019]. Disponível em: .

Gulini JEHMM. Exercício físico em pacientes portadores de diferentes níveis de DPOC. Santa Catarina. [Mestrado em fisioterapia] – Universidade Estadual de Santa Catarina; 2006. [acesso em 18 maio 2019]. Disponível em: .

Borghi CA. Convivendo com a dor: a perspectiva da criança e do adolescente em cuidados paliativos. São Paulo. [Mestrado em enfermagem] - Universidade de São Paulo; 2012. [acesso em 09 maio 2019]. Disponível em: .

Chou WC, Hung YS, Kao CY, Su PJ, Hsieh CH, Chen JS, et al. Impact of palliative care consultative service on disease awareness for patients with terminal cancer. Support Care Cancer. 2019 [acesso em 15 maio 2019];21(7):1973-81. Disponível em: .

Melo MOM. Equipe multiprofissional e cuidados paliativos: interfaces para promoção da saúde na atenção básica. Paraíba. [Mestrado em psicologia] - Universidade Estadual da Paraíba; 2017. [acesso em 10 maio 2019]. Disponível em: .




DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.9461 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.