Chronic kidney patients in hemodialysis: a study on the mode of psychosocial theory of Roy

Autores

  • Cecília Maria Farias de Queiroz Frazão Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Maria das Graças Mariano Nunes de Paiva Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Jéssica Dantas de Sá Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Clarissa Maria Bandeira Bezerra Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Fernanda Beatriz Batista Lima e Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.9789/2175-5361.2014.v6i4.1455-1463

Palavras-chave:

Teoria de enfermagem, Diálise renal, Insuficiência renal crônica.

Resumo

Objetivo: Identificar os problemas adaptativos do modo psicossocial do modelo de Roy em pacientes renais crônicos em hemodiálise. Métodos: Estudo do tipo transversal, realizado com 178 pacientes de um centro de diálise do nordeste do Brasil. Resultados: Foram identificados três problemas adaptativos, sendo dois do modo de autoconceito: disfunção sexual e baixa autoestima; e um do modo de desempenho de papel: falha no papel. Conclusões: Os problemas adaptativos falha no papel, disfunção sexual e baixa autoestima se remetem à presença de uma doença cônica e a um tratamento invasivo, uma vez que essas condições afetam diretamente no estilo de vida do indivíduo. Descritores: Teoria de enfermagem; Diálise renal; Insuficiência renal crônica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cecília Maria Farias de Queiroz Frazão, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Departamento de enfermagem. Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Maria das Graças Mariano Nunes de Paiva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Departamento de enfermagem. Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Jéssica Dantas de Sá, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Departamento de enfermagem. Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Clarissa Maria Bandeira Bezerra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Departamento de enfermagem. Enfermeira pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Fernanda Beatriz Batista Lima e Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Departamento de enfermagem. Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Departamento de Enfermagem. Enfermeira. Doutora. Professora do Departamento de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Publicado

2014-10-01

Como Citar

1.
Frazão CMF de Q, Paiva M das GMN de, Sá JD de, Bezerra CMB, Silva FBBL e, Lira ALB de C. Chronic kidney patients in hemodialysis: a study on the mode of psychosocial theory of Roy. Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) [Internet]. 1º de outubro de 2014 [citado 15º de julho de 2024];6(4):1455-63. Disponível em: https://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3405

Edição

Seção

Artigo Original

Plum Analytics