Mortality due to external causes in youth in state of Bahia / Mortalidade por causas externas em jovens no estado da Bahia

Autores

  • Rafaela Almeida Silva Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia http://orcid.org/0000-0001-9749-178X
  • Carla Xavier Vieira
  • Adriana Alves Nery
  • Felipe Santos Abreu
  • Neylton dos Anjos Silva
  • Luanna Rodrigues de Jesus

DOI:

https://doi.org/10.9789/2175-5361.2018.v10i1.46-51

Palavras-chave:

causas externas, mortalidade, jovens

Resumo

Objetivo: descrever a mortalidade por causas externas no Estado da Bahia, no período de 2000 a 2011, segundo dados sociodemográficos das vítimas, tipos de causas e taxas de mortalidade. Métodos: trata-se de um estudo descritivo de série temporal (2000 a 2011), com indivíduos nas faixas etárias de 15 a 19 anos e 20 a 29 anos e residentes no estado da Bahia. Os dados foram obtidos a partir do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM). Resultados: foram registrados 44.536 óbitos por causas externas, especificamente devido a agressões (53,6%) sendo em sua maioria indivíduos do sexo masculino (90,7%), onde 2010 foi o ano com maior registro (CM 134,7). Conclusão: destaca-se a importância de medidas preventivas e de promoção da saúde, por meio de políticas públicas e de educação em saúde, para redução da morbimortalidade por estes agravos.

Descritores: Causas Externas; Mortalidade; Jovens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-01-09

Como Citar

1.
Silva RA, Vieira CX, Nery AA, Abreu FS, Silva N dos A, de Jesus LR. Mortality due to external causes in youth in state of Bahia / Mortalidade por causas externas em jovens no estado da Bahia. Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) [Internet]. 9º de janeiro de 2018 [citado 17º de abril de 2024];10(1):46-51. Disponível em: https://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/5975

Edição

Seção

Artigo Original

Plum Analytics