Estadiamento e grau de resiliência do sobrevivente ao câncer de mama Staging and resilience degree in breast cancer survivors

Niviane Genz, Rosani Manfrin Muniz, Francine Pereira Andrade, Celmira Lange, Andressa Hoffmann Pinto, Natália Leal Duarte de Almeida

Resumo


Objetivo: Investigar o grau de resiliência e de estadiamento frente aos fatores sociodemográficos dos sobreviventes ao câncer de mama em acompanhamento em um serviço de oncologia. Métodos: Estudo quantitativo, amostra de 112 sobreviventes ao câncer de mama. Foram selecionadas variáveis sociodemográficas, estadiamento clínico, tempo de sobrevida e escala de resiliência. Análise no epi-info 6.04 e teste exato de fischer. Aprovação do Comitê de Ética da Faculdade de Enfermagem da UFPel  nº 31/2009. Resultados: média de idade de 46,2 anos, 60,71% estadiamento II, 81,25% eram brancas, 40,18% com escolaridade entre 5-8 anos, 52,68% casados, 73,32% viveu em zona urbana, 41,96% apresentou alta resiliência e 48,21% mantinha-se em acompanhamento entre 1-3 anos. Conclusão: O estadiamento não está associado ao grau de resiliência, mas sim à idade e tempo de sobrevida confirmando os achados em outros estudos.

Palavras-chave


neoplasias da mama, estadiamento de neoplasias, resiliência psicológica

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i4.4935-4941 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge