Clinical management of pain in the newborn: perception of nurses from the neonatal intensive care unit

Karina Feital da Costa, Valdecyr Herdy Alves, Louise José Pereira Dames, Diego Pereira Rodrigues, Maria Teresa de Souza Rosa Barbosa, Renata Rangel Birindiba de Souza

Resumo


Objetivo: analisar a percepção dos enfermeiros acerca da clinica da dor no neonato na unidade de terapia intensiva neonatal Métodos: estudo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa, com dez enfermeiros da unidade de terapia intensiva neonatal do Hospital Universitário Antônio Pedro aplicando um roteiro de entrevista semiestruturada para a coleta dos dados, e analisados conforme a analise de conteúdo na modalidade temática. Resultados: o entendimento do mecanismo da dor neonatal, qual não depende da formação completa da mielinização; a falta de verbalização do recém nascido e esse fato dificulta a avaliação da dor, contudo é preciso estar sensível a outros sinais fisiológicos e comportamentais como: a mimica facial, frequência cardíaca e respiratória, pressão arterial sistólica, a saturação de oxigênio, sudorese palmar e tônus vagal.  Conclusão: constitui uma pratica a ser repensada a utilização de protocolos e escalas para a avaliação dos indicadores de dor neonatal.


Palavras-chave


Dor, recém-nascido, medição da dor, enfermagem.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i1.3758-3769 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.