The premature newborn in mid-twentieth century according to Julius Hess Recém-nascido prematuro em meados do século xx, na ótica de Julius Hess

Main Article Content

Tatiana de Oliveira Gomes
Andreia Neves Sant'Ana
Amanda de Vasconcellos Braga
Fernando Rocha Porto

Resumo

Descrever, analiticamente, os cuidados propostos na admissão do recém-nascido na obra em referência. Método: Operação historiográfica na perspectiva da micro-história, com recorte temporal no século XX. Resultados: Para a admissão do recém-nascido, medidas como o uso de capa de lã com capuz ou a combinação de gaze com algodão estéril para envolver o RN deveriam ser empregada, assim como ou o uso de garrafas com água quente e incubadoras para a manutenção da temperatura. Quanto a permeabilidade das vias aéreas, era sabido que a remoção das secreções seja por meio da gravidade e posicionamento do RN, ou mesmo por dedo envolto em gaze eram as medidas em destaque. Conclusão: Ao longo dos anos analisados, é possível apontar que algumas modificações e adaptações foram feitas, mas com base em uma mesma justificativa para o cuidado em si.

Abstract:

Objective: To describe analytically the proposed care on admission of the newborn in the work in question. Method: historiographical operation from the perspective of micro- history, with time frame in the twentieth century. Results: For the admission of the newborn , measures such as the use of wool hooded cloak or a combination of gauze with sterile cotton to engage the RN should be used as well as or the use of bottles with hot water and incubators for maintaining the temperature . As the permeability of the airways, it was known that the removal of secretions or by means of gravity and positioning of the newborn , or even finger wrapped in gauze were the featured measures. Conclusion: Over the years analyzed , it is possible to point out that some modifications and adaptations were made, but based on the same rationale for the care itself.

Descriptors: Infant, Newborn, History.

 

Resumen:

Objetivo: Describir analíticamente la atención propuesta al ingreso del recién nacido en la obra en cuestión. Método: La operación historiográfica desde la perspectiva de la micro - historia, con el marco de tiempo en el siglo XX. Resultados: Para la admisión del recién nacido, medidas como el uso de la capa con capucha de lana o una combinación de gasa con algodón estéril para enganchar el RN se deben utilizar tan bien o el uso de botellas con agua caliente y las incubadoras de el mantenimiento de la temperatura. Como la permeabilidad de las vías respiratorias, se sabe que la eliminación de las secreciones o por medio de la gravedad y el posicionamiento del recién nacido, o incluso el dedo envuelto en una gasa fueron las medidas destacados. Conclusión: Através de los años analizados, es posible señalar que se hicieron algunas modificaciones y adaptaciones, pero basadas en el mismo fundamento de la propia atención.

Descriptores: Prematuro Recién Nacido, Historia.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Gomes T de O, Sant’Ana AN, Braga A de V, Porto FR. The premature newborn in mid-twentieth century according to Julius Hess Recém-nascido prematuro em meados do século xx, na ótica de Julius Hess. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 31º de outubro de 2017 [citado 20º de outubro de 2021];9(4):955-61. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/5393
Seção
Research
Biografia do Autor

Tatiana de Oliveira Gomes, Instituto Fernandes Figueira / Fundação Oswaldo Cruz (IFF/FIOCRUZ)

Tecnologista Junior, no cargo de Enfermeira Neonatal, no Instituto Fernandes Figueira / Fundação Oswaldo Cruz (IFF/FIOCRUZ).

Enfermeira mestranda pelo Programa de Pós Graduação (PPGENF), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Membro do grupo de pesquisa LACUIDEN e LAPHE

Andreia Neves Sant'Ana, Universidade Estácio de Sá/Campus Sulacap

Docente da Universidade Estácio de Sá/Campus Sulacap

Mestre em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Alfredo Pinto/UNIRIO

Doutoranda da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto/UNIRIO

Membro do Laboratório de Pesquisa de Historia da Enfermagem-LAPHE/EEAP/UNIRIO

Amanda de Vasconcellos Braga, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

Graduanda em Enfermagem pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Bolsita de incentivo acadêmico-UNIRIO

Membro do Laboratório de História do Cuidado e Imagem em Enfermagem - LaCuidEn

Fernando Rocha Porto, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

Doutor em Enfermagem com Pós-doutoramento pela USP.

Professor da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, PPGENF, PGENFBIO da UNIRIO.

Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ).

Presidente da Academia Brasileira em História da Enfermagem (ABRADHENF).

Membro dos grupos de pesquisa, LAESHE, LACENF e líder do LACUIDEN.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)