Nursing care to clients with arteriovenous fistula: an integrative review of the literature / Cuidados de enfermagem a clientes com fistula arteriovenosa: uma revisão integrativa da literatura

Main Article Content

Letícia Mattos Gonçalves
http://orcid.org/0000-0003-3064-1872
Lidiane Passos Cunha
http://orcid.org/0000-0003-1123-493X
Frances Valéria Costa e Silva
http://orcid.org/0000-0002-0441-2294
Ariane da Silva Pires
http://orcid.org/0000-0003-1123-493X
Albert Lengruber de Azevedo
http://orcid.org/0000-0001-7355-2779
Paulo Sérgio da Silva
http://orcid.org/0000-0003-2746-2531

Resumo

Objetivo: descrever os cuidados da equipe de enfermagem aos clientes portadores de Fistula Arteriovenosa (FAV). Método: revisão integrativa de literatura, que utilizou como questão de busca: quais são os cuidados da equipe de enfermagem aos clientes portadores de fístula arteriovenosa? A busca foi realizada na Biblioteca Virtual de Saúde, nas bases de dados: MEDLINE, LILACS e BDENF; PubMed; Portal de Periódicos da Capes, nas bases SCOPUS e CINAHL, em agosto de 2018. Resultados: foram encontrados três artigos indexados na LILACS e dois na CINAHL. Emergiu a categoria analítica do estudo intitulada: Cuidados de enfermagem aos clientes portadores de FAV, e duas unidades de decodificação: “Incorporação de evidências sobre a FAV, para se pensar os cuidados de enfermagem” e “Atuação da equipe de enfermagem na preservação da FAV: pensando o autocuidado”. Conclusões: os cuidados de enfermagem aos clientes portadores de FAV perpassaram pela durabilidade e a manutenção do seu funcionamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Gonçalves LM, Cunha LP, Silva FVC e, Pires A da S, Azevedo AL de, Silva PS da. Nursing care to clients with arteriovenous fistula: an integrative review of the literature / Cuidados de enfermagem a clientes com fistula arteriovenosa: uma revisão integrativa da literatura. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de maio de 2021 [citado 4º de dezembro de 2022];12:457-62. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/8515
Seção
Integrative Review of the Literature
Biografia do Autor

Letícia Mattos Gonçalves, Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

Enfermeira. Pós-graduada em Enfermagem Clínica pela Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro – RJ - Brasil.

Lidiane Passos Cunha, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora do Curso de Especialização em Enfermagem Clínica da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Membro do CEHCAC, Rio de Janeiro – RJ - Brasil.

Frances Valéria Costa e Silva, Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

Enfermeira. Doutora em saúde coletiva. Professora Adjunta do Departamento de fundamentos de enfermagem, Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro – RJ - Brasil.

Ariane da Silva Pires, Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem do PPGENF/UERJ. Professor Assistente da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro – RJ - Brasil.

Albert Lengruber de Azevedo, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Enfermeiro. Doutorando do programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem Anna Nery, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Membro do Grupo de Pesquisa Comunicação em Enfermagem Hospitalar Clientes de Alta Complexidade (CEHCAC), Rio de Janeiro – RJ - Brasil.

Paulo Sérgio da Silva, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Enfermeiro. Doutor em Ciência. Professor do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Roraima, Roraima – RR - Brasil.

Plum Analytics

Referências

Sesso RC, Lopes AA, Thomé FS, Lugon JR, Martins CT. Brazilian chronic dialysis survey 2016. J bras nefrol. [Internet] 2017; [cited 2018 Ago 14]; 39(3):261-6. Available from: http://www.scielo.br/pdf/jbn/v39n3/0101-2800-jbn-39-03-0261.pdf

Gouveia DSS. Bignelli AT. Hokazono SR. Danucalov I. Siemens TA. Meyer F. et.al. Analysis of economic impact among modalities of renal replacement therapy. J bras nefrol. [Internet] 2017; [cited 2018 Ago 14]; 39(3):162-71. Available from: http://www.scielo.br/pdf/jbn/v39n2/0101-2800-jbn-20170019.pdf

Santos BP. Oliveira VA. Soares MC. Schwartz E. Doença renal crônica: relação dos pacientes com a hemodiálise. ABCS health sci. [Internet] 2017; [citado em 14 ago. 2018]; 42(1):8-14. Disponível em: https://doi.org/10.7322/abcshs.v42i1.943

Blake, P.G; Daugirdas, J.T. Fisiologia da Diálise Peritoneal. In: Daugirdas, J. T.; Blake, P. G.; Ing, T. S. (eds.). Manual de Diálise. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2016.

Neto JMR. Rocha ERS. Almeida ARM. Nóbrega MML. Fístula arteriovenosa na perspectiva de pacientes renais crônicos. Enferm foco. [Internet] 2016; [citado em 07 out. 2018]; 7(1):37-41. Disponível em:

https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&ved=2ahUKEwi84tiZnIXfAhUEfpAKHQspAaEQFjAAegQIChAC&url=http%3A%2F%2Frevista.cofen.gov.br%2Findex.php%2Fenfermagem%2Farticle%2Fdownload%2F663%2F282&usg=AOvVaw1vWDNeZ0khzFexe87Cxkwf

BRASIL. Ministério da Saúde. Diretrizes Clínicas para o Cuidado ao paciente com Doença Renal Crônica –DRC no Sistema Único de Saúde. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2014; [citado em 2018 set 14]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_clinicas_cuidado_paciente_renal.pdf

Pessoa NRC. Linhares FMP. Hemodialysis patients with arteriovenous fistula: knowledge, atitude and practice. Esc Anna Nery Rev Enferm. [Internet] 2015 jan/mar; [cited 2018 Ago

; 19(1):73-9. http://www.scielo.br/pdf/ean/v19n1/en_1414-8145-ean-19-01-0073.pdf

Mendes KDS. Silveira RCCP. Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto enferm. [Internet] 2008 out/dez [citado em 21 nov. 2018]; 17(4):758-64. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v17n4/18.pdf 9. Botelho LLR. Cunha CCA. Macedo M. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e sociedade. [Internet] 2011 mai/ago [citado em 21 nov. 2018]; 5(11):121-3. Disponível em: https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.122

Stillwell S, Melnyk BM, Fineout-Overholt E, Williamson K. Evidence-based practice: step by step. Am j nurs. [Internet]. 2010; [cited 2018 Ago 25]; 110(5):41-7. Available from: http://download.lww.com/wolterskluwer_vitalstream_com/PermaLink/NCNJ/A/ NCNJ_165_516_2010_08_23_DGSODKGNM_1651_SDC516.pdf

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

Moreira AGM. Araújo ATC. Torchi TS. Preservação da Fistula arteriovenosa: ações conjuntas entre enfermagem e cliente. Esc Anna Nery Rev Enferm. [Internet] 2013 abr/jun; [citado em 26 ago. 2018]; 17(2):256-62. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v17n2/v17n2a08.pdf

Sousa CN, Apóstolo JL, Figueiredo MH. Martins MM. Dias VF. Interventions to promote self-care of people with arteriovenous fistula. J clin nurs. [Internet] 2013 [cited 2018 Ago 26]; 23:1796-1802. Available from: doi:10.111/jocn.12207

Araque JLG. Cantus DS. Valoración de autocuidados en el acceso vascular para hemodiálises. Enferm nefrol. [Internet] 2015 jul/sept; [citado en 2018 ago 26]; 18 (3):157-62. Disponible en: http://scielo.isciii.es/pdf/enefro/v18n3/02_original1.pdf

Nogueira FLL, Freitas LR, Cavalcante NS, Pennafort VPS. Perception of pacientes with chronic kidney disease regarding care towards their hemodialysis access. Cogitare enferm. [Internet] 2016 jul/set; [citado em 26 ago. 2018]; 21(3):1-8. Disponível em: http://docs.bvsalud.org/biblioref/2016/10/2261/45628-186764-1-pb.pdf

Santos MJP, Amaral MS, Loreto RGO. Atuação do enfermeiro no cuidado da fístula arteriovenosa em tratamentos hemodialíticos. Revista científica facmais. [Internet] 2017 jul; [citado em 19 nov. 2018]; 9(2):12-25. Disponível em: http://revistacientifica.facmais.com.br/wp-content/uploads/2017/09/1.-Atuação-do-Enfermeiro-no-Cuidado-da-Fístula-Arteriovenosa-em-Tratamentos-Hemodialíticos.pdf

Ribeiro LC, Arreguy-Sena C, Souza LC, Oliveira DV. Significados atribuídos à fistula arteriovenosa pela pessoa em hemodiálise. HU rev. [Internet] 2013 jan/jun; [citado em 07 out. 2018]; 39(1e2):45-52. Disponível em: http://ojs2.ufjf.emnuvens.com.br/hurevista/article/view/2121/758

Horta HH, Lopes ML. Complicações decorrentes do tratamento dialítico: contribuição do enfermeiro no cuidado e educação ao paciente. Rev Enferm Contemp. 2017 out; [citado em 07 out. 2018]; 6(2):221-7. Disponível em: doi: 10.17267/2317-3378rec.v6i2.1457

Madeiro AC, Machado PDLC, Bonfim IM, Braqueais AR, Lima FET. Adhetence of chronic renal insufficiency patients to hemodialysis. Acta paul enferm. [Internet] 2010; [cited 2018 Ago 07]; 23(4):546-51. Available from: http://www.scielo.br/pdf/ape/v23n4/en_16.pdf

Dipp T, Silva VG, Baumgartem MC, Sturmer G, Plentz RDM. Intervenções interdisciplinares no cuidado ao paciente com doença renal crônica em hemodiálise. Rev extendere. [Internet] 2013 jul/dez; [citado em 07 out. 2018]; 2(1):10-22. Disponível em: http://periodicos.uern.br/index.php/extendere/article/view/775

Oliveira N, Silva FVC, Assad LG. Competencies of the nurse specialist in nephrology. Rev enferm UERJ. [Internet] 2015 [cited 2018 Ago 19]. 23(3):375-80. Available from: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/9789/18304

Ferreira JKA. Pessoa NRC. Porto NP. Santos LNM. Lira ALBC. Frazão CMFQ. Knowledge: disease process in patients undergoing hemodialysis. Invest Educ Enferm. 2018; [cited 2018 Ago 14]; 36(2):e04. Available from: http://ww.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-53072018000200004

Brasil. Ministério da Saúde. Clínica Ampliada e Compartilhada. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2009; [citado em 2018 set. 14]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/ bvs/publicacoes/clinica_ampliada_compartilhada.pdf

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COREN-042/2013-CT. Competência do profissional de Enfermagem para punção de fístula arteriovenosa. Julho de 2013. São Paulo. [citado em 2018 set. 14]. Disponível em: http://portal.coren-sp.gov.br/sites/default/files/parecer_coren_sp_2013 _42.pdf

Brandolt C, Schedler FB, Thomé EGR, Echer IC. Cuidados com a Fístula arteriovenosa (FAV): Orientações para pacientes e cuidadores. Porto Alegre: UFRGS, 2018. [citado em 16 set. 2018]. 26 p. Disponível em:

http://www.bibliotecadigital.ufrgs.br/da.php?nrb=001070589&loc=2018&l=c203aee2742801cc

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>