Perceptions of the bearers of HIV/AIDS before the inability to breastfeeding

Jucimar Frigo, Simony Silveira, Sandra Mara Marin, Maria de Jesus Hernández Rodriguez, Denise Antunes de Azambuja Zocche, Fernanda Fabiana Ledra

Resumo


Objetivo: Conhecer as percepções das portadoras de HIV/aids perante impossibilidade de amamentação. Métodos: Trata-se de estudo qualitativo descritivo e exploratório realizado em um Hospital Dia, de referência no estado de Santa Catarina, em 2012. A técnica de coleta utilizada foi à entrevista semi-estruturada aberta conforme Minayo1. Resultados: Os sujeitos de pesquisa apresentaram faixa etária predominante foi entre 27 a 38 anos. A experiência de não amamentar, foi para as mulheres uma experiência penosa e emocionalmente desgastante, e criaram um modo de satisfazer a amamentação simbólica idealiza da por elas durante o ato de amamentar, substituindo o significado da amamentação fisiológica. Conclusão: Deste modo, a enfermagem precisa além do cumprimento de protocolos a respeito da inibição da lactação, compreender e estimular a amamentação simbólica, criada pelas mulheres, além dos aspectos biológicos, os emocionais, sociais e culturais que circundam a mulher. 

Palavras-chave


Amamentação; enfermagem; síndromes de imunodeficiência adquirida

Texto completo:

PDF-En PDF-Pt


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2014.v6i2.627-636 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 
 
 
 
 
SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.