How caretakers of paraplegics deal with the overload of activities on a daily basis

Wiliam César alves Machado, Adriana Bispo Alvarez, Maria Luiza de Oliveira Teixeira, Elen Martins da Silva Castelo Branco, Nébia Maria Almeida de Figueiredo

Resumo


Objetivo: Investigar como cuidadores domiciliares de pessoas com lesão medular lidam com a sobrecarga do cuidado no dia a dia.   Método: Estudo descritivo, abordagem qualitativa, realizado no segundo semestre de 2011, com cuidadores principais e informais de paraplégicos, usuários de duas instituições de reabilitação, localizadas na Cidade do Rio de Janeiro. Coleta de dados a partir de entrevista semi-estruturada e análise temática de conteúdo. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, parecer nº 047/2011. Resultados: Relatos evidenciaram duas categorias, a saber: “Compreendendo  para melhor cuidar do outro”; e  “Avaliando a sobrecarga do cuidado para com o outro”. Conclusões: Conclui-se que a compreensão dos conflitos da pessoa com lesão medular deve ser premissa para que o cuidador domiciliar exerça suas atividades sem maiores desgastes e sobrecarga que o impeça de suprir suas próprias necessidades.

Palavras-chave


Sobrecarga do cuidador, Pessoa com Deficiência, Lesão medular, Enfermagem em reabilitação.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.1796-1807 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM