Mastectomized woman in breast cancer: experience of everyday activities Mulher mastectomizada por câncer de mama: vivência das atividades cotidianas

Main Article Content

Letícia Valente Dias
Rosani Manfrin Muniz
Aline da Costa Viegas
Daniela Habekost Cardoso
Debora Eduarda Duarte do Amaral
Bruna Knob Pinto

Resumo

Objetivo: Conhecer a vivência de mulheres mastectomizadas por câncer de mama em relação às atividades cotidianas. Método: Estudo qualitativo, com seis mulheres em acompanhamento oncológico em um hospital de ensino do sul do Brasil. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturas, de março a junho de 2015, e analisados conforme a proposta operativa. Resultados: Antes da mastectomia, as participantes referiram-se em pleno desempenho de suas capacidades funcionais. Após o procedimento, relataram dificuldades para ações de autocuidado, trabalho e tarefas domésticas. Adoção de estratégias de enfrentamento foi necessária para vencer as barreiras cotidianas. Conclusão: Cada mulher é capaz de conduzir sua caminhada mesmo passando por situações adversas. O apoio da família, amigos, a fé, e a disponibilidade dos serviços de saúde auxiliaram a mulher a se adaptar as alterações decorrentes da mastectomia. Descritores: Neoplasia da mama, Mastectomia, Sobrevivência, Atividades cotidianas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Dias LV, Muniz RM, Viegas A da C, Cardoso DH, Amaral DED do, Pinto BK. Mastectomized woman in breast cancer: experience of everyday activities Mulher mastectomizada por câncer de mama: vivência das atividades cotidianas. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 31º de outubro de 2017 [citado 29º de janeiro de 2023];9(4):1074-80. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/5821
Seção
Research
Biografia do Autor

Letícia Valente Dias, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Residente no programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saude - area oncologia, do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas

Rosani Manfrin Muniz, Universidade Federal de Pelotas

Doutora em enfermagem. Docente da Faculdade de Enfermagem da UFPel

Aline da Costa Viegas, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Mestre em Ciências. Doutoranda do programa de pós-graduação em enfermagem da UFPel

Daniela Habekost Cardoso, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Mestre em Ciências. Doutoranda do programa de pós-graduação em enfermagem da UFPel

Debora Eduarda Duarte do Amaral, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Mestre em Ciências. Doutoranda do programa de pós-graduação em enfermagem da UFPel

Bruna Knob Pinto, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Mestre em Ciências. Doutoranda do programa de pós-graduação em enfermagem da UFPel

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)