Mortality Among Men Bearing Prostate Cancer and its Association With Sociodemographic and Clinical Variables / Mortalidade em Homens com Câncer de Próstata e sua Associação com Variáveis Sociodemográficas e Clínicas

Sérgio Riguete Zacchi, Kátia Cirlene Gomes Viana, Camila Brandão-Souza, Maria Helena Costa Amorim, Eliana Zandonade

Resumo


Objetivo: Avaliar a associação de variáveis sociodemográficas e clínicas com a mortalidade geral e específica por câncer de próstata. Método: Estudo retrospectivo de 1290 homens diagnosticados com câncer de próstata entre 2000 e 2006. Consultou-se prontuários, Sistema de Registro Hospitalar e Sistema de Informações sobre Mortalidade. Resultados: Dos 1290 homens, 758 estavam vivos, 308 morreram por câncer de próstata e 224 por outras causas. Associaram-se ao óbito por câncer de próstata: escore de Gleason > 9, PSA > 20 (entre 2,82 e 5,55 vezes) e presença de metástase. Associaram-se ao óbito por outras causas: estado civil viúvo, ingresso no hospital sem diagnóstico e sem tratamento e PSA > 50. Conclusão: Variáveis clínicas predominaram sobre a mortalidade específica por câncer de próstata, já variáveis sociodemográficas em óbitos por outras causas.

Descritores: Neoplasias da próstata, Mortalidade, Saúde do homem, Políticas públicas.


Palavras-chave


Neoplasias da próstata, Mortalidade, Saúde do homem, Políticas públicas.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i3.648-654 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 
 
 
 
 
SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.