Medicine dispoasal: a socio-enviromental and health issue / Descarte de medicamentos: uma questão socioambiental e de saúde

Eliel de Oliveira Bandeira, Daiane Porto Gautério Abreu, Juliana Piveta de Lima, Cesar Francisco Silva da Costa, Aline Rodrigues Costa, Nidia Farias Fernandes Martins

Resumo


Objetivos: Descrever como é realizado o descarte de medicamentos; avaliar o conhecimento de profissionais que atuam em Unidades de Saúde da Família a respeito do descarte de medicamentos. Métodos: Pesquisa qualitativa, exploratório, descritiva, realizada com 16 profissionais em quatro Unidades de Saúde da Família de um município do sul do Brasil. A coleta ocorreu por meio de entrevistas semi-estruturadas. A análise dos dados foi por meio da análise textual discursiva. Resultados: Os trabalhadores não cumprem os passos do descarte correto, a maioria desconhece a legislação vigente, os profissionais identificaram a contaminação do meio ambiente, uso indevido dos medicamentos descartados incorretamente e resistência bacteriana aos medicamentos como as principais consequências do descarte incorreto. Conclusões: Esta pesquisa pode contribuir na gestão e na assistência fazendo com que, gestores, profissionais e usuários repensem o seu fazer, melhorando a saúde das pessoas e do meio ambiente.

Palavras-chave


Resíduos de serviços de saúde, Estratégia da saúde da família, Impacto ambiental.

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i1.1-10 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge