THE INTENSIVE AND TECHNOLOGY AS A TRADEMARK

Thiago Quinellato Louro, Roberto Carlos Lyra da Silva, Lidiane da Fonseca Moura, Daniel Aragão Machado

Resumo


Objetivos: identificar a percepção dos profissionais de enfermagem acerca da assistência de enfermagem prestada no ambiente das UTIs; descrever o uso de tecnologias duras nas unidades de terapia intensiva do ponto de vista da equipe de enfermagem; e analisar as implicações deste uso na assistência aos clientes críticos em terapia intensiva. Métodos: estudo descritivo, exploratório, com abordagem quanti-qualitativa. O cenário foi composto por 02 UTIs, sendo uma em instituição Pública e outra privada, ambas situadas no município do Rio de Janeiro. Os sujeitos foram Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem que desenvolviam atividades nas referidas instituições. A coleta dos dados ocorreu através de questionários com a utilização de roteiro estruturado contendo perguntas abertas. A análise dos dados quantitativos foi feita por meio de análise frequencial, para os dados qualitativos foi utilizada a análise temática. Resultados: em seus relatos, os sujeitos, nos revelaram sua preocupação a todo instante com os aspectos subjetivos que permeiam a assistência de enfermagem em UTI, embora o cuidado com as tecnologias tenha emergido nos discursos, os mesmos não foram supervalorizados. Conclusão: através dos depoimentos dos sujeitos conseguimos constatar como ocorre a utilização das máquinas e equipamentos e suas implicações no assistir de enfermagem nas UTIs, como instrumentos do cuidado, não como foco de atenção. Evidenciamos também que o uso das tecnologias duras na assistência de enfermagem em terapia intensiva trazem implicações sobretudo, no que se refere ao modo como os profissionais entendem estas unidades. Descritores: enfermagem; cuidados intensivos; tecnologia.


Palavras-chave


enfermagem; cuidados intensivos; tecnologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v4.2034 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge
SCImago Institutions Rankings