CARE OF THE NEWBORN WITH CONGENITAL ANOMALIES: COPING STRATEGIES OF NURSES

Micheli Marinho Melo, Sandra Teixeira de Araújo Pacheco

Resumo


Objetivos: Identificar as estratégias de enfrentamento adotadas pelos enfermeiros para cuidar do recém-nascido portador de anomalia congênita e analisar as estratégias de enfrentamentos apresentadas pelos enfermeiros ao cuidar de um recém-nascido com anomalia congênita. Método: Adotou-se a abordagem qualitativa, tendo como cenário uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, e como sujeitos doze enfermeiros. O tratamento dos dados está respaldado na análise de conteúdo, do tipo temática. Resultados: A análise resultou duas categorias analíticas: estratégias de Enfrentamento (coping) aplicadas pelos enfermeiros ao cuidar de um recém-nascido com anomalia congênita; o tempo, a prática e a experiência propiciando habilidade no cuidado ao recém-nascido com anomalia congênita. Conclusão: O estudo aponta alguns desafios para os profissionais de saúde e, em especial, para o enfermeiro, frente ao cuidar do recém nascido com malformação e sua família, que trata-se sob a égide das implicações para a prática da enfermagem.

Palavras-chave


Enfermagem; Recém-nascido; Anomalia congênita; Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v4.1837 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge
SCImago Institutions Rankings