Socio-cultural profile of women who have experienced sexual violence in a hospital unit of reference

Autores

  • Thaise Portella da Silva Santos Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
  • Tatyane Costa Simões Antunes Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
  • Lúcia Helena Garcia Penna Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

DOI:

https://doi.org/10.9789/2175-5361.2014.v6i4.1445-1454

Palavras-chave:

Violência sexual, Saúde da mulher, Enfermagem Obstétrica.

Resumo

Objetivos: Caracterizar e analisar o perfil sociocultural das mulheres que vivenciaram violência sexual que foram atendidas numa unidade de referência vinculada à Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro. Método: descritivo, exploratório na abordagem quantitativa.  Os dados foram coletados entre novembro de 2011 a março de 2012, totalizando 157 prontuários. Resultados: a maioria das mulheres violentadas é jovem, de cor branca, solteira, escolaridade nível médio e possui alguma forma de renda financeira. Conclusão: Os dados corroboram o fato de a violência sexual incidir em todos os níveis de escolaridade e em todas as classes sociais. Conhecer a realidade dessas mulheres é fundamental para uma assistência integral e humanizada. As propostas de cuidar devem ser formuladas tanto a partir das características socioculturais das mulheres, como de uma construção conjunta entre profissionais e clientela.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaise Portella da Silva Santos, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Enfermeira do núcleo perinatal do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE), graduada pela Faculdade Estácio de Sá. Pós-graduada em Enfermagem Obstétrica na Modalidade Residência parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e UERJ.

Tatyane Costa Simões Antunes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Enfermeira graduada pela Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Pós-graduada em Enfermagem Obstétrica na Modalidade Residência parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e UERJ.

 

Lúcia Helena Garcia Penna, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Professora Doutora do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de janeiro (UERJ).

 

Publicado

2014-10-01

Como Citar

1.
Santos TP da S, Antunes TCS, Penna LHG. Socio-cultural profile of women who have experienced sexual violence in a hospital unit of reference. Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) [Internet]. 1º de outubro de 2014 [citado 15º de julho de 2024];6(4):1445-54. Disponível em: https://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3077

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Plum Analytics